Apesar de uma subida de 4,5 por cento no volume de negócios consolidado e de receitas de clientes 8,5 por cento acima do registado nos primeiro trimestre de 2006, os resultados financeiros da Sonaecom registam prejuízo de 6 milhões de euros entre Janeiro e Março, o que a empresa atribui a um menor EBITDA, a maiores custos com depreciações e amortizações e a maiores custos financeiros líquidos.

O comunicado publicado ontem no site da CMVM dá conta de um volume de negócios consolidado de 198,9 milhões de euros, apesar do efeito negativo da redução de tarifas de terminação móvel e da descida das tarifas de roaming in na Optimus.

O aumento de receitas da rede fixa contribuiu para o aumento do volume de negócio, com mais 21,5 por cento justificados por um forte crescimento das receitas de
Operadores e de clientes que são originários de um aumento do tráfego de voz e circuitos alugados.

Na Optimus as receitas de serviço tiveram uma variação positiva de apenas 0,9 por cento, mas as receitas de clientes subiram 6,1 por cento, o que compensou o impacto negativo das
menores tarifas de terminação móvel em receitas de operadores. Os clientes da operadora 10,3% para 2,6 milhões durante o primeiro trimestre e as receitas de dados representaram 16,0% das receitas de serviço no trimestre, em comparação com 13,4% no período homólogo.

Notícias Relacionadas:

2006-10-30 - Sonaecom cresce com aumento de clientes a Optimus e rede fixa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.