Assumindo a derrota face ao voto dos accionistas da PT contra a desblindagem dos estatutos – necessária para que a Oferta Pública de Aquisição lançada sobre a PT pudesse prosseguir – a Direcção da Sonaecom emitiu ontem ao final da tarde um comunicado à imprensa onde que reconhece que ainda assim “para os consumidores, é ainda possível extrair algum benefício de todo este longo processo”.

Mesmo sem ilusões, que afirma não ter, a administração da empresa salienta que “a administração da PT viu-se forçada a fazer algumas promessas que, desde que cumpridas
pelos meios adequados, permitirão introduzir mais concorrência no mercado das
telecomunicações em Portugal”, sublinhando que essa responsabilidade cabe ao Governo, de forma especial, e aos reguladores.

A vigilância do cumprimento das promessas avançadas pela Administração da PT é um dos principais pontos do comunicado. “Exigiremos dos reguladores e do Governo o desempenho de uma rigorosa tarefa de fiscalização dos processos necessários para se operar a separação total de redes, a separação vertical no âmbito da rede fixa abrangida pela concessão pública e a criação de concorrência no acesso aos conteúdos”, factores que estão desde o início na agenda da empresa de telecomunicações.

O maior enfoque é colocado sobre o papel do Governo, que “tendo preferido o
outro projecto, assumindo que as vantagens para os consumidores seriam em qualquer caso
alcançadas, fica publicamente ainda mais comprometido”, diz o mesmo documento.

Apesar de tudo a administração de Paulo Azevedo não desiste da convicção de que o projecto que defendeu era o melhor. “Do ponto de vista da criação de valor para os accionistas da PT, para os consumidores e para o país, a nossa proposta era seguramente a melhor”.

Notícias Relacionadas:

2007-03-02 - OPA da Sonaecom sobre PT morre por chumbo da desblindagem dos estatutos

2007-02-28 - Sonaecom aumenta proposta de dividendos aos accionistas que se mantiverem na PT
2007-02-22 - Sonaecom garante que não vai voltar a mexer no valor da OPA
2007-02-20 - Administração da PT volta a rejeitar OPA e reforça plano de remuneração
2007-02-16 - Sonae sobe preço da OPA à PT para 10,5 euros por acção

2007-02-08 - PT melhora resultados líquidos em 32,5% face a 2005
2007-01-15 - Sonaecom garante que vai manter oferta sobre a PT nos 9,5 euros por acção
2007-01-15 - Sonaecom detalha condições da OPA sobre a PT esta tarde


2007-01-12 - Administração da PT resume em seis pontos posição contra a OPA da Sonaecom

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.