O Surface Pro de 128GB esgotou nos EUA, na loja online e nos retalhistas físicos, nos dias que se seguiram à comercialização do tablet a 9 de fevereiro. Mas o dispositivo móvel da Microsoft pode estar longe de ser um sucesso de vendas e pode afinal ser uma arma estratégica usada pela empresa de Redmond para promover a versão com mais armazenamento do Surface.

Um esgotamento tão rápido pode afinal estar associado ao facto de a Microsoft ter expedido e disponibilizado poucas unidades para venda. A especulação é levantada por vários meios de comunicação, incluindo o Washigton Post. O jornal norte-americano refere mesmo que apenas algumas unidades foram distribuídas pelas lojas físicas o que fez com que o stock do dispositivo rapidamente deixasse de existir.

A situação está longe de ser original. Um dia após o lançamento do Surface RT em outubro de 2012, as várias versões do tablet também esgotaram rapidamente. Mais um sucesso de vendas? Na verdade não.

Sabe-se agora que as versões mais básicas do tablet podem ter vendido menos de um milhão de unidades. Certo é que a Microsoft continua sem revelar números sobre as vendas dos Surface, quando por exemplo, já divulgou que o Windows 8 vendeu mais de 60 milhões de unidades.

O Surface RT, que tem diferenças consideráveis relativamente aos modelos Pro, fica disponível para compra em Portugal na quinta-feira, 14 de fevereiro.

O Nexus 4 da Google e da LG passou recentemente por uma situação semelhante mas as duas empresas já vieram a público admitir que o modelo esteve esgotado durante semanas porque houve problemas nas empresas fornecedoras de componentes do smartphone.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.