Com uma carteira de clientes que inclui a General Motors e a Lamborghini, a Maxwell é conhecida pela produção de ultra condensadores destinados a prolongarem a vida das baterias de automóveis. Também são usados para armazenamento de energia em redes elétricas.

"Estamos sempre à procura de potenciais aquisições que façam sentido para o nosso negócio e que apoiem a missão da Tesla de acelerar a transição mundial para a energia sustentável", afirmou um porta-voz da Tesla, esta segunda-feira, citado pela Reuters.

Mediante o acordo, a Tesla pagará 4,75 dólares (cerca de 4,14 euros) por cada ação da Maxwell, avaliando a empresa em cerca de 218 milhões de dólares.

A transação, que já foi aprovada pelo conselho de administração da fabricante de baterias, deverá ficar concluída durante o segundo trimestre deste ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.