A Toshiba e Matsushita Electric Industrial (também conhecida pelos produtos da marca Panasonic) uniram-se em parceria nos negócios de desenvolvimento de ecrãs de cristais líquidos (Liquid Crystal Display - LCD), ecrãs de raios catódicos a cores (Cathode Ray Tubes - CRTs), válvulas de projecção para projectores vídeo e ecrãs de próxima geração.


No que diz respeito à área de ecrãs CTRs e aos vídeo projectores, a aliança deve-se à necessidade de procurarem e comprarem em conjunto materiais para abastecer as suas operações de fabrico. Esta parceria tal como a outra da divisão de LCD, também implica a constituição de uma nova empresa em Abril de 2002, sedeada em Osaka, no Japão, mas neste caso detida igualmente por ambas as organizações e que terá por objectivos a normalização de componentes, a contratação com fornecedores e a centralização funções, assim como a redução dos custos de produção e desenvolvimento.


No caso da parceria baseada no desenvolvimento de ecrãs LCD e de próxima geração, será constituída para o efeito uma outra empresa, na qual a Toshiba tem 60 por cento e a Matsushita 40 por cento, e cuja integração também terá lugar em Abril de 2002.


Detalhes como o nome desta nova firma, o valor da capitalização e o número de pessoas que irá empregar ainda estão por decidir. A divisão de LCD da Toshiba tem actualmente 2.100 trabalhadores e a da Matsushita emprega 1.700 e ambos os departamentos das duas empresas produzem componentes básicos para LCD, como por exemplo polisilício a baixas temperaturas. Este acordo reflecte o que já acontecia na Advanced Flat Panel Display, uma empresa de Singapura, que será totalmente incorporada na nova companhia e que funcionará como subsidiária.


A integração do negócio envolverá desenvolvimento e fabrico de produtos, operações de venda. Esta nova joint venture será a terceira maior empresa de ecrãs LCD e possibilitará a exploração de mercados de ecrãs de próxima geração como os Organic Light Emitting Displays (OLEDs). Prevê-se que os ecrãs OLED sejam a opção futura para telemóveis e televisões estreitas, o que permitirá um aumento do crescimento anual na ordem dos 17 por cento, graças à popularidade de dispositivos móveis, como os Personal Digital Assistants (PDAs), Televisões LCD e aplicações Internet.


A combinação da experiência da Toshiba e da Matsushita em LCD permitirá aposta em aplicações domésticas como televisões digitais, PCs e novas gerações de produtos móveis.


Notícias relacionadas

2001-10-11 - Toshiba aposta em ecrãs LTPS TFT

2000-06-23 - Gigantes da electrónica querem standard para TV digital

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.