Depois de em Outubro se ter registado uma quebra nos valores imobiliários transaccionados online, que foram 7 por cento abaixo dos registados no mesmo mês em 2001, em Novembro foi retomado o crescimento, indicam os dados publicados pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Durante o último mês foram transaccionados 374 milhões de Euros na Internet através dos intermediários registados, apurando-se um crescimento de 19 por cento em relação a Novembro de 2001.



Também em relação aos valores acumulados desde Janeiro deste ano, incluindo já o mês de Novembro, a CMVM indica a existência de um crescimento nas transacções online em comparação com os volumes de 2001. Durante este ano já foram transaccionados 2,7 mil milhões de euros em títulos pela Internet, quando no ano passado até Novembro os valores se fixavam nos 2,3 mil milhões de Euros, o que indicia um crescimento de 18 por cento.



Entre os intermediários autorizados a prestar serviços de bolsa pela Internet o ActivoBank mantém a liderança, apresentando até um crescimento da sua quota de mercado para 29 por cento. Segue-se o BIG com 17,8 por cento e o BCP com 11,8 por cento do total das transacções online. Todos os outros agentes referidos pela CMVM registam quotas de mercado abaixo dos 10 por cento, o que realça ainda mais o peso do ActivoBank nesta área.



A primazia destes três operadores tem vindo a registar-se ao longo do ano, com o ActivoBank a acumular uma quota de mercado de 30 por cento desde Janeiro e o BIG e o BCP a apresentarem 16,3 e 10,3, respectivamente. Note-se ainda que o operador com maior crescimento em Novembro, quando comparado com o mesmo mês de 2001, foi Banco Best, que cresceu 239 por cento, embora arrecade apenas 9 por cento do total de transacções online neste mês.

Notícias Relacionadas:

2002-09-23 - Agosto foi mês morno para transacções em bolsa através da Internet

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.