A Altice Portugal está a analisar as novas propostas que recebeu para a venda da rede de fibra ótica e, de acordo com Alexandre Fonseca, CEO da empresa, o negócio pode estar “para breve”, avança a Reuters.

Em abril deste ano, a empresa anunciara que tinha mais de uma dúzia de potenciais compradores para a sua rede de fibra. Já em março, a Altice Europe indicara também que esperava concluir a venda no segundo trimestre do ano, com o objetivo de reduzir a dívida.

Segundo Alexandre Fonseca, o número de propostas para a compra da rede desceu em agosto, passando de 10 a 12 para apenas duas. No entanto, embora não revele nomes dos eventuais investidores, o CEO afirma que surgiram novas propostas "interessantes" e "muito concretas". O negócio é considerado “valioso” por Alexandre Fonseca, recusando-se, porém, a confirmar a existência de um preço exato para a venda.

A decisão foi também corroborada pelo fundador da Altice Europe, Patrick Drahi, o qual afirmou que surgiram investidores que realizaram "propostas sérias", no entanto, sem indicar um prazo final para o negócio da venda da rede de fibra óptica.

A Altice Portugal apresentou, ainda nesta semana, o mais recente relatório de resultados, o qual revela que a empresa de telecomunicações atingiu receitas no valor de 536 milhões de euros no terceiro trimestre de 2019, representando um crescimento de 2,1% em relação ao mesmo período no ano passado. O mesmo indica ainda que o EBITDA cresceu 1,2% face ao segundo trimestre deste ano, fixando-se nos 216 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.