Depois de iniciarem o processo de negociação em dezembro de 2019, a Liberty Global e a Telefonica fecham agora um acordo para criar a maior operadora de telecomunicações no Reino Unido. O negócio avaliado em 31 mil milhões de libras prevê a fusão entre a Virgin Media e a O2 numa nova empresa que se tornará a “rival” de operadoras como a BT ou a Vodafone.

A Virgin Media que pertence à Liberty Global está avaliada em 18,7 milhões de libras e a O2 da Telefonica vale 12,7 mil milhões de libras. A Bloomberg avança que a Telefonica recebrá um pagamento inicial a rondar os 2,5 mil milhões de libras, contando ainda com mais 5,7 milhões em futuras recapitalizações.

A nova operadora que será controlada em partes iguais pelas operadoras. E cada uma poderá nomear quatro membros para o conselho de administração. Ao completar a fusão, a empresa terá um total combinado de 46 milhões de subscritores, assim como 11 mil milhões de libras de receitas.

O acordo será oficialmente fechado em meados de 2021 e permitirá à Virgin Media aprofundar os negócios na área do 5G tendo por base a experiência da O2. Além disso, a fusão entre operadoras permitirá à Telefonica diminuir a sua dívida de mais de 38 mil milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.