Em 2009 a voz sobre IP deverá representar 12 por cento do total de receitas de telefonia o que corresponderá a cerca de 32 mil milhões de dólares, num universo estimado de 260 mil milhões de dólares. Segundo Ian Cox, especialista em banda larga da Juniper Research, o VoIP garante novas oportunidades de gerar receita no contexto do mercado de telefonia, uma vez que combina serviços de voz com outras aplicações IP.



A combinação abre uma janela de oportunidade à criação de novos serviços, considera a consultora, acrescentando que o desafio que se coloca aos operadores "é o de saberem gerir esta convergência". Importa balancear as receitas adicionais, geradas pelos serviços de VoIP e a quebra de receitas no negócio de voz tradicional, diz o estudo.



Em termos de tarifação para os serviços de voz IP, a Juniper prevê que as tarifas planas irão substituir os modelos tarifários baseados no tempo e distância das comunicações, a médio prazo, revela um comunicado.



No mercado residencial a Juniper antevê que a voz passe a ser oferecida como parte de um produto que integra Internet, email e videotelefonia, tornando-se no segmento do mercado de telefonia com maior crescimento em 2009.



Para que o mercado se desenvolva de forma saudável, a consultora considera essenciais alguns ajustes ao nível da regulação, que promovam uma maior concorrência entre players e a melhoria da interoperabilidade entre standards.



Notícias Relacionadas:

2004-02-16 - IDC avança crescimento de 4% para mercado europeu de telecomunicações em 2004

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.