O número de equipamentos que hoje se ligam à Internet atinge os 9 mil milhões e em 2020 atingirá os 24 mil milhões. Reduzindo o universo de análise apenas aos dispositivos móveis, os dados indicam que existem hoje 6 mil milhões de equipamentos ligados à rede. Até 2020 o número deverá aumentar para os 12 mil milhões, de acordo com um estudo realizado pela Machina Research para a GSM Association.



O crescimento exponencial do número de dispositivos móveis ligados à Internet vai traduzir-se num também elevado aumento do volume de receitas geradas, que o mesmo estudo prevê de 1,2 biliões de dólares (883 mil milhões de euros), no mesmo universo temporal de 2020, num crescimento de 700 por cento face aos valores previstos para 2011.



"Estamos a entrar numa nova fase no desenvolvimento da indústria móvel em que a tecnologia móvel vai ligar tudo o que faz parte das nossas vidas", defende Michael O'Hara, responsável de marketing da GSMA, sublinhando que só será possível tirar partido de todo o potencial desta nova fase da indústria móvel através de uma forte colaboração entre as diversas partes do ecossistema.



O estudo defende que os setores onde existem melhores oportunidades para explorar o potencial de receita que decorre do crescimento do número de dispositivos móveis com ligação à Internet são a eletrónica de consumo, o setor automóvel ou a saúde. Só no setor da eletrónica de consumo a conetividade móvel contribuirá diretamente para gerar receitas na ordem dos 445 mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.