O Clix tem a partir de hoje disponíveis três novas ofertas na área da Internet de banda larga que compreendem classes de velocidades superiores e incluem o serviço de voz da operadora sem obrigar ao pagamento de assinatura da linha telefónica. O anúncio oficial foi feito por Paulo Azevedo, presidente da SonaeCom, durante o painel "Estado da Nação" neste 14º Congresso da APDC.



Paulo Azevedo considerou que esta é uma oferta revolucionária na banda larga, que está já disponível para os 3 milhões de clientes ligados através das centrais que a SonaeCom tem já desagregadas. O presidente da SonaeCom comprometeu-se ainda a alargar no próximo ano este serviço a 6 milhões de clientes se as condições de abertura do lacete local igualarem a média das 15 melhores práticas da Europa.

Saudando também a recente deliberação da Anacom relativamente ao acesso ao bitstream para a oferta grossista de ADSL da PT Paulo Azevedo afirmou que a SonaeCom voltará ao ADSL bitsream se a deliberação for efectivamente implementada. Refira-se que o Clix se retirou deste mercado por considerar que não existiam condições concorrenciais.

Oferta em banda larguissima
O portfólio Clix ADSL Turbo regressa agora com modalidades de acesso de 2, 4 e 8 Mbps, para as quais estão estipulados preços mensais de 22,50, 38,90 e 54,90 euros, respectivamente. O Clix Turbo ADSL 2 Megas inclui 10 GB de tráfego nacional e internacional, enquanto a versão 4 Megas compreende 25 GB. No Clix Turbo 8 Megas estão incluídos 50 GB de tráfego, segundo as informações disponíveis a partir do site da empresa. Após consumo dos GBs associados o preço é de 0,0015 euros por cada 100 Kbytes.



Até 31 de Dezembro 2004, todos os clientes que adiram aos serviços Clix Turbo ADSL agora disponibilizados poderão navegar e fazer downloads, nacionais e internacionais, sem qualquer limitação de tráfego, no período entre as 21 horas e as 9 horas da manhã.



Na primeira fase, este serviço estará disponível para cerca de meio milhão de lares nas áreas de Lisboa, Porto, Braga e Guimarães, cidades onde inicialmente o Clix está presente com rede própria, instalada sobre a desagregação do lacete local. Brevemente a oferta vai estar disponível para cerca de três milhões de habitantes.



Notícias Relacionadas

2004-01-29 - Clix quer oferecer banda larga sem recurso à infra-estrutura da PT

2003-10-13 - Serviço de banda larga do Clix poderá ser suspenso

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.