O número de subscritores de serviços de TV paga, suportados em fibra, aumentou de forma exponencial no último trimestre, de acordo com os últimos números da Anacom. Entre Janeiro e Março foi de 86 por cento a variação registada face aos três meses anteriores. A fibra só agora começa a ter alguma expressão, enquanto alternativa a outras tecnologias de acesso disponíveis há mais tempo e em mais zonas do país mas, mesmo assim, os dados do regulador das comunicações mostram que o ritmo de adopção às novas ofertas começa a acelerar.


No fim de Março existiam em todo o país 58 mil utilizadores de serviços de TV por subscrição suportados por ligações de fibra, contra os 31 mil registados no final do ano. Lisboa, seguida da região norte, são as áreas do país onde a utilização da tecnologia é já mais expressiva. Alentejo e Açores permanecem a zeros.


A fibra representa assim 2,2 por cento de todos os acessos contabilizados no país para os serviços de TV por subscrição e 20 por cento dos novos clientes captados durante o período.


O cabo continua a ser a tecnologia dominante, com mais de metade dos quase 2,6 milhões deste tipo de serviços e o satélite a segunda tecnologia mais usada, com cerca de um quarto do mercado. O restante está disperso por outras tecnologias, onde se incluem o FWA (que suporta, por exemplo, a oferta da Ar Telecom) e o IPTV sobre DSL, grupo de tecnologias que mais dinamizou o crescimento do mercado nestes primeiros três meses do ano, representando no fim de Março 17 por cento do total de acessos.


A Zon continua a liderar o mercado com 62,5 por cento dos clientes de TV por subscrição. A Portugal Telecom ocupa a segunda posição do ranking com 24,9 por cento dos clientes. A Cabovisão fecha o podium, num ranking que não se esgota nestes três fornecedores, com 9,9 por cento.


Somadas, estas e as restantes empresas com actividade neste mercado facturaram no período 43,7 milhões de euros, em receitas não individualizáveis (no âmbito das ofertas multiple-play) e 165 milhões de euros em receitas individualizáveis.



Nota de redacção: Acrescentadas algumas precisões à notícia para ajudar a esclarecer dúvidas partilhadas pelos leitores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.