A nova plataforma foi apresentada esta quarta-feira e é designada por COS. O desenvolvimento resulta da colaboração entre o Instituto do Software da Academia Chinesa das Ciências, a empresa Shanghai Lianting e o Governo. Pretende dar mais um passo, em relação àquilo que já fazem versões modificadas do Android, na adaptação dos sistemas operativos móveis à língua e às preferências dos utilizadores locais.



No apoio ao projeto pode também ter estado a HTC, que não confirmou oficialmente a informação, mas que já no verão tinha sido apontada como parceira do governo no desenvolvimento do projeto, num artigo publicado pelo Wall Street Journal.



Na apresentação do COS, o sistema foi mostrado em ação em dois equipamentos da marca - o HTC Butterfly S e o HTC One - e, relata a imprensa internacional, as semelhanças da plataforma com a interface Sense5 da fabricante são óbvias.



Mas em termos de semelhanças o novo sistema operativo móvel chinês está a dar azo a mais comentários. O Engadget relata várias semelhanças entre a plataforma e o Android e garante que a experiência de utilização é idêntica.



O site também adianta que o novo COS foi desenhado para correr em diferentes dispositivos, como tablets, televisores e set-top-boxes, para além dos já referidos smartphones, como terão demonstrado os promotores do projeto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.