Desde 2017 que as principais operadoras de telecomunicações não mexiam na sua tabela de preços, mas o cenário será diferente a partir de janeiro de 2019. Este interregno na mexida no preçário foi consequência do aumento do valor cobrado por duas vezes durante o ano de 2016, fruto de um “confronto” pela aquisição dos conteúdos de futebol entre as operadoras MEO e NOS.

O Jornal de Negócios avança que a MEO vai proceder a uma atualização do seu tarifário, que está prevista contratualmente, em sintonia com os valores da inflação, apesar de não adiantar qual o valor efetivo. Esse aumento não se refletirá em todos os clientes da empresa, mas alguns que têm contratos com condições particulares.

Também a NOS refere ao JN que o aumento será aplicado a alguns tarifários, na ordem dos 1,37%, que diz respeito à última taxa de inflação anual, tendo efeito a partir do dia 1 de janeiro. A operadora reforça que uma parte significativa dos serviços e tarifários não sofrerá alteração nos preços.

Por outro lado, a Vodafone não pretende aumentar o tarifário no próximo ano, ficando ainda por apurar a posição da Nowo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.