A Optimus e a Vodafone têm 30 dias para dar à Anacom os dados dos clientes que pretendam ver a sua informação de contacto móvel publicada na lista telefónica. A medida é imposta por Bruxelas e o atraso na sua implementação até já valeu a Portugal um processo em tribunal.

Contudo, a queixa apresentada pela Vodafone em tribunal atrasou o processo. A operadora queixava-se do facto de ter de entregar os dados dos seus clientes à Portugal Telecom, enquanto operador com as responsabilidades do serviço universal, através da PT Comunicações, recorda o Jornal de Negócios. Os tribunais deram razão à operadora liderada por António Carrapatoso e a decisão fez com que a Anacom alterasse o conteúdo da sua decisão e passasse ela própria a receber a informação.

As operadoras terão de enviar ao regulador informação dos clientes que pretendam ver os seus contactos publicados, relativa a números telefónicos, nomes e quando possível códigos postais, revela a Anacom na sua página de Internet juntamente com os prazos previstos.

A PT Comunicações, enquanto responsável pela prestação do serviço universal, tem também um prazo de 30 dias para ajudar a definir a solução técnica que permitirá juntar os dados dos três operadores às informações da lista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.