O Clix anunciou hoje a reformulação da sua oferta de Internet, voz, televisão e vídeo. A principal novidade é que a empresa passa a disponibilizar um pacote básico de serviços onde oferece de forma gratuita o acesso a 21 canais de televisão. A oferta é o complemento de uma ligação de banda larga a 12 mega, com 20 GB de tráfego incluído, linha telefónica com chamadas gratuitas à noite e serviço de home video, com uma mensalidade de 29,90 euros.



Fora desta oferta de entrada ficam os principais canais de cabo. A vantagem para o utilizador é que pode, a partir deste pacote sem custos, adicionar canais Premium, quando nas ofertas concorrentes essa opção apenas é possível sobre a subscrição de um pacote básico pago.



Os utilizadores que preferirem ter um acesso à Internet com uma velocidade de 24 mega e 60 GB de tráfego incluído, mais chamadas grátis para 17 países 24 horas por dia, serviço de televisão por cabo com os mesmo 21 canais e serviço de vídeo, pagarão uma mensalidade de 39,90 euros.



Para ter acesso aos pacotes com um maior número de canais (45, 65 ou todos) soma-se a uma das duas mensalidades (dos 12 ou 24 mega) o valor de 18,50, de 23,50 ou 34,50 euros, respectivamente.



Todas as configurações de pacotes permitem adicionar canais Premium e canais regulares de forma avulsa. Estes canais avulsos têm um custo mensal entre 1 euro e 1,5 euros. Disponível em todos os pacotes está também o serviço de vídeo on demand que tem uma oferta de mais de 600 filmes e preços entre os 0,99 euros e os 4,99 euros.



A subscrição do serviço de televisão do Clix, que a empresa apenas disponibiliza como complemento à oferta de banda larga, implica um custo de instalação de 50 euros, a aquisição da TV Box (124,9 euros) ou o aluguer (5 euros mensais).



Neste momento a Sonecom tem infra-estrutura em 144 centrais telefónicas o que lhe permite cobrir 1,6 milhões de portugueses. Destes 60 por cento terão condições para receber a oferta de IPTV. A operadora espera angariar novos clientes a partir da sua própria base de clientes, do leque de consumidores que ainda usam banda estreita e dos operadores concorrentes.



Clix introduz tecnologia de power line para redes domésticas
Paralelamente à renovação das ofertas suportadas na banda larga, o Clix anunciou que vai passar a disponibilizar três modalidades de home networking, através das quais os clientes podem escolher a melhor forma de ligação do serviço dentro de casa.



Está disponível uma oferta wireless (baseada em tecnologia Wi-Fi), de cabo coaxial (que permite reutilizar a cablagem já existente em casa, de uma anterior ligação de cabo) e uma oferta de power line (que utiliza a rede eléctrica já existente para fazer passar o sinal de vídeo).



As três opções de ligação no interior da residência estão disponíveis nas lojas onde o serviço pode ser adquirido e de acordo com a Sonaecom terão preços entre os 100 e os 150 euros.



Notícias Relacionadas:

2006-11-13 - PT altera velocidade de referência na banda larga ADSL para os 8Mb

2006-06-06 - Novis e Clix aumentam velocidade de ADSL até 20Mbps

2005-04-13 - Clix reposiciona-se no mercado residencial e avança com oferta de 16 megas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.