O acesso aos registos não gratuitos do serviço jurídico LexPortugal, da Jurinfor, contempla agora a modalidade de pagamento via SMS. Para poder usufruir desta modalidade, o utilizador necessita de enviar uma mensagem escrita através do seu telemóvel, para o número 4666 com o texto "JL LEX". Receberá depois uma password de acesso.



Cada SMS permite ao utilizador consultar um texto legislativo que pode ser um diploma publicado no Diário da República ou no Jornal Oficial da União Europeia, um registo de Jurisprudência, ou uma notícia de carácter jurídico.



A nova modalidade de pagamento via SMS destina-se essencialmente, segundo a Jurinfor, a utilizadores com necessidades pontuais de acesso à legislação. "Este novo sistema de pagamento permite extrapolar a fronteira da exclusiva utilização profissional do serviço jurídico LexPortugal e aumentar o número de utilizadores do site, na medida em que o promove por parte de utilizadores não profissionais", explica Helena Marcos, directora comercial e de marketing da Jurinfor, num comunicado enviado à imprensa.



Para além deste sistema de pagamento, o acesso ao serviço jurídico LexPortugal pode ser feito mediante um acesso corporativo, via proxy, ou uma assinatura - mensal, trimestral ou anual.



O número de utilizadores pagos do LexPortugal ascende actualmente a 45 mil. Os utilizadores registados que subscreveram o envio gratuito de newsletters, de Aviso de Alterações Legislativas e Entrada em vigor de Diplomas Legislativos somam mais de 70 mil, havendo neste grupo utilizadores que optam pela modalidade de pagamentos pontuais, não assinando o LexPortugal, informa a empresa.



Notícias Relacionadas:

2005-02-22 - Jurinfor avança com solução móvel de acesso a conteúdos jurídicos

2004-07-20 - LexPortugal adaptado à banda larga e acesso permanente

2004-05-04 - Jurinfor aposta em serviço de clipping para o LexPortugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.