S300 e V200 são os mais recentes modelos de telemóvel da Samsung Electronics. Ambos GPRS e tri-band, o primeiro dos dois novos terminais apresentados hoje ao mercado nacional pela fabricante sul-coreana distingue-se por dispor de dois ecrãs a cores, um exterior e um interior, enquanto o segundo modelo integra uma câmara fotográfica a 180 graus.



Além das características mencionadas, o topo de gama S300 dispõe igualmente de suporte para linguagem Java, escrita inteligente e ligação por infravermelhos. Com som polifónico de 40 tons, este modelo inclui 45 toques e espaço para o download de mais 12.



O ecrã exterior do S300, com uma resolução de 96 x 64 pixels e 256 cores, serve essencialmente para mostrar informação relacionada com as funções que na altura estiverem seleccionadas, apresentando icons animados para a recepção de chamadas ou de mensagens, por exemplo.



Como já é hábito dos modelos Samsung, este novo modelo tem dimensões bastante reduzidas (80x40x22mm), pesando 70 gramas.



Um dos "gadgets estrela" do próximo Matrix, o V200 possui ligação por infravermelhos e capacidades MMS e EMS, contando com um ecrã de 65 mil cores e tons polifónicos, duas características já habituais nos telemóveis da fabricante sul-coreana.



Além da rotatividade a 180 graus da câmara fotográfica digital integrada, os utilizadores do V200 terão à sua disposição uma função de zoom e outra para controlar o brilho digital das imagens. A memória permite o armazenamento de 100 fotografias. O telemóvel pesa 96 gramas, divididas por 90,8x47,5x23 mm de dimensão.



A Samsung diz ter efectuado melhorias nos telemóveis ao nível da autonomia da bateria, o que se traduz, por exemplo nas quatro horas em conversação ou 200 em stand by do S300.



Tanto um modelo como outro só estarão comercialmente disponíveis no mercado nacional a partir do próximo mês de Março. O S300 custará 499 euros e o V200 está à venda por 549 euros. O pacote inclui cabo de ligação ao PC, duas baterias e auricular, em ambos os casos.



Samsung quer 10 por cento de quota do mercado até ao final do ano

Depois de 2002 ter sido essencialmente um ano de reconhecimento da marca, os responsáveis da Samsung em Portugal querem estar entre os três primeiros lugares do mercado nacional de tecnologia móvel durante 2003. O objectivo é segundo o afirmado por António Aleixo, em conferência de imprensa, atingir os 10 por cento de quota do mercado total até ao final do ano.



"Sabemos que é um objectivo ambicioso da nossa parte já que os terminais em que nos propomos apostar no curto prazo são de gama média-alta, um sector que representa apenas 15 por cento do mercado nacional de telemóveis", referiu o director de vendas da área de telecomunicações da Samsung em Portugal.



Prevendo que a gama de entrada continuará dominante, os responsáveis da fabricante coreana acham contudo que o preço dos telemóveis com câmara integrada e com ecrã a cores tem tendência a descer, e isso notar-se-á possivelmente já a partir da segunda metade do ano, contribuindo para uma maior disseminação dos mesmos.



Notícias Relacionadas:

2003-02-03 - Samsung lança novo telemóvel com câmara de vídeo no mercado coreano

2002-07-02 - Samsung quer duplicar investimento na produção de telemóveis durante 2002

2002-04-14 - Samsung N620 apresenta 16 toques polifónicos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.