Segundo os mais recentes dados da EUROSTAT, publicados pela Anacom, entre o final de 2009 e outubro de 2020, os preços das telecomunicações em Portugal aumentaram 6,5%, enquanto que na União Europeia diminuíram 11%. As novas regras europeias que regulam os preços das comunicações, que entrou em vigor no dia 15 de maio de 2019 fizeram estreitar a diferença.

A Anacom refere que as diferenças entre a evolução de preços das telecomunicações em Portugal e na União Europeia devem-se sobretudo aos “ajustamentos de preços” que as operadoras implementaram durante vários anos, “normalmente nos primeiros meses de cada ano”. Nesse sentido, a reguladora afirma que Portugal continua a registar os preços de retalho das ofertas de comunicações eletrónicas elevadas, quando é comparado a outros países da União Europeia.

Nos gráficos disponibilizados pela reguladora, os preços praticados em Portugal ocupavam, de forma global, a quinta posição entre os mais elevados da UE, à frente da Espanha, Grécia, Irlanda e Chipre. As ofertas convergentes, como os pacotes 4P/5P estão também na quinta posição dos preços mais elevados. E também os serviços individualizados de voz e internet ocupavam o mesmo posto. Já os preços das ofertas de banda larga isolada ocupam a sétima posição dos mais elevados.

"Pura e redonda falsidade". Altice Portugal reage a comunicado da ANACOM sobre o aumento de preços
"Pura e redonda falsidade". Altice Portugal reage a comunicado da ANACOM sobre o aumento de preços
Ver artigo

A reguladora divulgou também hoje o relatório sobre “A Evolução dos preços das telecomunicações” de outubro de 2020. Destaca a oferta da NOWO que tem as mensalidades mais baixas nos serviços e ofertas de sete casos. A MEO, NOS e Vodafone têm mensalidades mais baixas para dois tipos de ofertas. “De referir que a oferta individualizada de acesso à Internet da NOWO é a que apresenta a mensalidade mais baixa (20 euros). A mensalidade da oferta em questão é, pelo menos, 20% mais barata do que as dos restantes prestadores.”

Na tabela de comparação com o mês homólogo do ano anterior, existem três variações que a Anacom destaca. A mensalidade mínima da banda larga fixa individualizada aumentou 4,3%, devido ao fim da oferta da primeira mensalidade do serviço base da NOWO; A mensalidade mínima do serviço telefónico móvel com internet no telemóvel diminuiu 36,1%, devido à diminuição da mensalidade da oferta da NOWO de 7,5 euros para 5 euros e à introdução da oferta da primeira mensalidade; A mensalidade mínima dos pacotes 4P mais comuns baixou 0,4%, devido à alteração da oferta da NOWO.

tek tabela de oferta telecomunicação

Foi apontado o aumento da mensalidade 3P da MEO e NOS em 3,3%. A reguladora também refere que a Vodafone teve um aumento semelhante nos preços, mas que serão contabilizados na tabela de novembro.

Nota de redação: notícia atualizada com mais informação. Última atualização 17h48.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.