O clima entre os operadores de telecomunicações e a Anaco está cada vez mais crispado. As acusações relacionadas com o regulamento do leilão de 5G têm feito elevar o tom das críticas ao regulador, que reagiu em entrevista este fim de semana, dizendo que os operadores não estão habituados à concorrência. Mas hoje a Altice Portugal já voltou a emitir um comunicado relacionado com a divulgação de dados sobre as reclamações, e agora reage novamente a uma comunicação da Anacom, desta vez sobre os preços dos pacotes de telecomunicações.

"A Altice Portugal por questões de seriedade e defesa do seu bom nome, bem como do setor das telecomunicações em Portugal vê-se obrigada, uma vez mais, a reagir a mais uma comunicação da ANACOM pela gravidade que esta confere", refere o comunicado enviado às redações.

Segundo a empresa liderada por Alexandre Fonseca, "a afirmação da ANACOM sobre o aumento de preços nada mais é que uma pura e redonda falsidade". Em comunicado, adianta que "de forma alguma se pode aferir que se tenha registado qualquer diminuição da qualidade do serviço na oferta que a empresa tem no mercado".

Referindo que as condições apontadas pela Anacom "não se aplicam a clientes atuais", a Altice Portugal reitera que Portugal é um dos Países da União Europeia em que os pacotes de telecomunicações são os mais atrativos, como aliás mencionado pelo estudo do IDES, publicado pela Comissão Europeia.

"Lamentamos que, uma vez mais, baseado numa falta de evidências, venha o Regulador do setor tentar manipular o País com declarações infundadas que apenas pretendem denegrir a imagem desta empresa que investe centenas de milhões de euros por ano no nosso Pais e emprega cerca de 20 mil pessoas", afirma, pedindo que o regulador "mostre qual o estudo ou evidências em que baseia as suas afirmações, à semelhança do que praticam outras entidades, nacionais e internacionais, que têm vindo a criticar a regulação e o regulador em Portugal".

Os preços das telecomunicações em Portugal estão ou não acima da média europeia?
Os preços das telecomunicações em Portugal estão ou não acima da média europeia?
Ver artigo

O nível de concorrência nos preços das telecomunicações tem sido um dos pontos de divergência entre a Anacom e os operadores. No início do ano a Apritel divulgou um estudo onde dizia que os preços estão entre os mais competitivos na Europa, usando como base um estudo da Deloitte.

tek deloitt

Semanas depois a Anacom também revelou a sua análise, indicando que os valores em Portugal são dos mais altos. A associação dos operadores reagiu a dizer que o regulador insiste em "comparar o que não é comparável", mas a organização liderada por João Cadete de Matos manteve a sua avaliação, garantindo que "os dados são irrefutáveis".

O SAPO TEK questionou a NOS e a Vodafone Portugal sobre o tema dos preços e das reclamações, para saber se também iriam reagir aos comunicados da Anacom, mas não recebeu resposta até à hora de publicação deste artigo.

Nota da redação: A notícia foi atualizada com mais informação e uma correção na informação. Última atualização às 21h38

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.