LG, Motorola, NEC, Nokia, a Samsung, Siemens e Sony Ericsson estão entre o grupo de fabricantes de telemóveis que recentemente adoptaram a Convenção da Basileia, e mais propriamente uma declaração que diz respeito a uma eficaz gestão ambiental de terminais móveis em fim de vida útil.



Denominada "The Initiative for a Sustainable Partnership on Environmentally Sound Management of End-of-life Mobile Phones", a iniciativa destina-se à recuperação de telemóveis, através de uma abordagem que leve em consideração o seu ciclo de vida, e deverá ser apenas a primeira de muitas declarações semelhantes a serem produzidas entre os diversos sectores de indústria e a Convenção de Basileia, nos próximos anos.



Klaus Topfer, director executivo do Programa de Ambiente das Nações Unidas, organização sob a qual a Convenção de Basileia foi adoptada, aproveitou para congratular a iniciativa, necessária para um mercado móvel global onde em 2001 existiam cerca de 380 milhões de terminais.



"A sociedade moderna deve enfrentar o problema de que produzimos demasiado lixo" referiu Klaus Topfer, acrescentando que as empresas são claramente uma parte essencial da solução, "e esta manifestação inicial de vontade, envolvendo os fabricantes de telefones móveis, deverá servir de exemplo e inspiração para outras áreas de actividade". "Esta é a primeira iniciativa concreta a ser desenvolvida entre governos e empresas, no âmbito do programa da Convenção de Basileia", afirmou.



Notícias Relacionadas:

2002-09-25 - Empresa britânica lança programa de reciclagem de telemóveis
2002-05-10 - Empresas portuguesas mais sensibilizadas para reciclagem de lixo eléctrico e electrónico
2001-11-12 - União Europeia espera reciclar milhões de telemóveis
2000-09-29 - Nokia recicla baterias

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.