A Dinamarca e a Suécia voltaram a destacar-se no relatório de 2008-2009 do Fórum Económico Mundial referente à implementação das TIC. Aos dois países nórdicos juntam-se no top 5 os Estados Unidos (3º), que subiu uma posição face ao ano passado, Singapura (4º) e Suíça (5º).

A lista dos dez primeiros fica completa com a Finlândia (6º), Islândia (7º), Noruega (8º), Holanda (9º) e Canadá (10º).

Portugal aparece no 30º posto da tabela, com uma classificação de 4,63 pontos, 1,22 pontos abaixo do primeiro lugar da lista. Mesmo assim, superou os resultados de países como a Eslovénia, república Checa, Espanha, Lituânia e Hungria.

Segundo o Fórum Económico Mundial, Portugal conta com 126,264 subscritores de serviços móveis por cada 100 habitantes e 33,409 utilizadores de Internet por cada centena.

O melhor resultado apresentado por Portugal refere-se à importância atribuída pelo Governo às novas tecnologias (no futuro). Neste indicador, o mercado português surge em 4º lugar na lista dos 134 países analisados. No que toca à disponibilização de serviços públicos online, o nosso país surge na 9ª posição, o mesmo posto ocupado no indicador referente ao tempo necessário à criação de uma empresa.

Panorama global

O estudo destaca ainda que as TIC demonstraram ser uma chave essencial para o progresso socio-económico e de desenvolvimento assim como para a produtividade e crescimento económico das nações.

Como tal, os autores do estudo referem que "no actual momento de crise global para a economia […] é importante reafirmar o papel crucial das TIC para a competitividade geral e progresso e manter o investimento em infra-estruturas tecnológicas".

É ainda referido que o papel das TIC "devia dar alento aos responsáveis pelos sectores públicos e privados para que não percam de vista a importância das tecnologias de informação como um factor importante para a crescimento e competitividade em tempo de crise".

O relatório, que apura o grau de preparação dos países para a aplicação das TIC, mostra que a tecnologia com maior taxa de difusão é a telefonia móvel. Segundo os números, este segmento contribuiu para a redução da pobreza nos países em desenvolvimento, entre os quais o Egipto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.