A Apple apostou no 3G e os resultados mostraram-se positivos. Acompanhado de todo o mediatismo a que os produtos da marca já habituaram o consumidor, o iPhone tornou-se um caso sério de popularidade, motivo pelo qual já se tornou um dos smartphones mais vendidos da actualidade.

Segundo a Gartner, as vendas do 3G da Apple aumentaram exponencialmente face ao o modelo anterior, o que acabou por colocar o equipamento no top três dos mais vendidos.

A consultora refere que o volume de vendas do dispositivo aumentou 245 por cento ao longo do ano passado, passando imune aos efeitos da crise, que se começaram a fazer sentir de forma mais forte a partir do verão, pouco depois do lançamento da versão mais recente do telemóvel.

Mesmo assim, a Apple não foi a única a contornar o efeito da crise no mercado dos smartphones. A RIM, responsável pelos Blackberry, conseguiu aumentar 96,7 por cento as vendas dos seus dispositivos, fixando-se no segundo posto das marcas mais vendidas neste segmento.

O topo da lista é ocupado pela Nokia quem segundo a Gartner, não viu a sua liderança afectada, mesmo tendo aumentado as vendas em apenas 0,8 por cento face a 2007.

De acordo com a consultora, o mercado dos smartphones em todo o mundo fica dividido da seguinte forma: 44 por cento para a Nokia, 17 por cento a cargo da RIM, 8 por cento para a Apple e 4 por cento de quota detidos pela HTC.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.