Nos próximos cinco anos, o mercado dos smartphones vai ser influenciado pela batalha entre os diferentes sistemas operativos, a par da maior importância dada pelos utilizadores às funcionalidades proporcionadas por este tipo de terminais móveis.

Segundo a In-Stat, autora das previsões, em 2014 haverá em todo o mundo 412 milhões de smartphones. A aposta no desenvolvimento de funcionalidades avançadas permanecerá, com os utilizadores a procurarem por telemóveis com touchscreen, câmaras de maior resolução e ligações Wi-Fi.

A consultora refere que o número de smartphones com ecrã de toque vendidos em 2009 deverá duplicar face ao volume de unidades comercializadas no ano passado. Os chamados acelerómetros deverão marcar presença em 350 milhões dos 412 milhões de smartphones previstos para 2014.

Neste espaço de tempo, assistiremos igualmente a uma mudança no que diz respeito aos sistemas operativos. O Symbian continuará a crescer e permanecerá como sistema operativo dominante, mas agora numa luta mais equiparada com os rivais Android, da Google, e Maemo, da finlandesa Nokia.

"A In-Stat acredita que novos sistemas operativos como o Android e o Maemo farão diminuir a quota de mercado do Symbian", refere a consultora no relatório, notando ainda que, embora haja actualmente poucos smartphones baseados em plataformas abertas, o "open source OS momentum" é difícil de ignorar. "É fácil de adivinhar que 2010 será o ano do Android", acrescenta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.