Nos últimos três anos o segmento de mobilidade tem ganho um peso crescente na Microsoft Portugal, o que justifica a intenção da subsidiária de criar uma nova área de negócio, a Mobile and Embedded Division, à semelhança do que já acontece a nível internacional. Pedro Chaves, responsável pela área de mobilidade, afirma que a taxa de penetração de equipamentos com Windows Mobile em Portugal é um sucesso e estima que no próximo ano fiscal, que tem início em Julho, possam ser vendidos mais de 120 mil terminais com o sistema operativo da empresa.

A aposta da Microsoft Portugal na área de mobilidade já data de há 3 anos e resulta de uma visão estratégica da subsidiária portuguesa que reconheceu este negócio como uma aposta para o desenvolvimento das áreas de sistemas operativos de servidor e de Exchange, explica Pedro Chaves. Só no próximo ano fiscal deverá ser criada uma área de negócio para a mobilidade, replicando a nível nacional uma estrutura que muitas das subsidiárias da empresa já desenvolveram internacionalmente e respondendo a um crescimento do mercado de terminais que está a atingir valores interessantes.

Nos últimos seis meses foram vendidos mais de 35 mil terminais com Windows Mobile em Portugal, entre smartphones, PDAs e Pcket PCs, o que permite a Pedro Chaves a estimar um volume total do ano para as 70 mil unidades. Segundo este responsável o negócio tem crescido mais de 100 por cento ao ano, já que há 3 anos atrás as vendas de equipamentos móveis com sistema operativo da Microsoft se situavam nas 4 a 5 mil unidades.

Windows Mobile 2005 e o Direct Push
Entre as apostas da Microsoft para este ano na área de mobilidade contam-se o lançamento do Windows Mobile 5.0, que garante novas funcionalidades, com destaque para a possibilidade de forçar a entrega de emails sobre redes IP, com a tecnologia Direct Push. A nova versão do sistema operativo já foi entregue aos fabricantes de telemóveis em meados de 2005, tendo começado a chegar ao mercado no final do ano, nomeadamente através do Qtek 9100.




Na área do push email a Microsoft está a preparar para o final de Março um evento conjunto com a TMN, que será o primeiro operador português a colocar no mercado esta funcionalidade. Na prática o Direct Push permite aos administradores de sistemas de Exchange configurarem a sincronização dos terminais móveis com a base de dados de correio electrónico, calendário, contactos e tarefas de forma a que a sincronização seja realizada sobre a rede móvel, não exigindo a ligação do terminal à rede interna da empresa como até agora acontecia.




A tecnologia de push email já estava disponível para os terminais Blackberry, com a tecnologia RIM, mas só agora chega à plataforma da Microsoft na versão de sincronização totalmente em IP. A Optimus já disponibilizou para terminais Windows Mobile uma outra versão de sincronização de emails que envolvia o envio de mensagens SMS, embora de forma transparente para o utilizador, e Pedro Chaves admite que a empresa venha a evoluir para esta nova solução a prazo.




Para além do push mail, a nova versão do Windows Mobile garante novas funcionalidades de segurança, geridas pelo administrador do sistema de Exchange, e a optimização da comunicação de dados de forma a reduzir os custos nas redes móveis.




Pedro Chaves destaca ainda a possibilidade do sistema operativo do telemóvel ou PDA poder ser actualizado, uma novidade desta nova versão do Windows Mobile, o que permitirá aos operadores e fabricantes de equipamentos adicionarem novas funcionalidades ou correcções de segurança sempre que seja necessário e, a prazo, garantirá uma maior persistência temporal dos equipamentos no mercado.

Notícias Relacionadas:

2005-04-27 - Parceiros portugueses apoiam desenvolvimento de soluções de mobilidade da Microsoft

2005-02-10 - Windows Mobile suporta aposta da Optimus nas funcionalidades de email

2004-12-14 - Parceria com telecoms locais desenvolve soluções de mobilidade da Microsoft

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.