O outlook das telecomunicações na EMEA (Europa, Médio Oriente e África) permanecia estável desde outubro de 2015, mas agora a Moody´s alterou a sua previsão para negativo. Num novo relatório a agência de rating não antecipa crescimentos nas receitas nos próximos 12 a 18 meses, devido a um crescimento lento na Europa e aos investimentos necessários para a implementação do 5G.

Calendário do 5G gera controvérsia e agora Governo pode adiar plano estratégico. O que está em causa?
Calendário do 5G gera controvérsia e agora Governo pode adiar plano estratégico. O que está em causa?
Ver artigo

Em comunicado, o vice-presidente da Moody´s afirma que a regulamentação vai continuar a restringir a consolidação necessária. Carlos Winzer considera inclusivamente que o setor se encontra "menos preparado do que anteriormente para uma possível quebra económica dos próximos anos”.

Neste sentido, a agência decidiu agora mudar a sua previsão, apesar da forte procura dos consumidores, considerando que as empresas vão ter uma flexibilidade financeira limitada em 2020 para enfrentar o novo ciclo de investimentos. A Moody´s recorda ainda que existem várias empresas com dívidas elevadas nesta área, como a Vodafone e a Telefonica.

MEO reforça liderança no sector das telecomunicações no primeiro semestre de 2019
MEO reforça liderança no sector das telecomunicações no primeiro semestre de 2019
Ver artigo

Apesar do panorama pouco favorável para o setor, a agência considera que a pressão sobre os preços das ações sugere um potencial para os investidores. A sugestão é apostar na área e procurar mudar as políticas e estratégias financeiras.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.