Apesar da meta dos 38 por cento não ter sido atingida, a finlandesa Nokia aumentou a sua quota de mercado em 1,8 por cento durante o segundo trimestre deste ano, passando dos 35,4 por cento, registado nos primeiros três meses do ano, para os 37,2 por cento, indica um estudo recente da Strategy Analytics sobre o mercado mundial de telemóveis.



A norte-americana Motorola foi novamente apontada como a fabricante de telemóveis número dois, enquanto a Samsung, a Siemens e a Sony Ericsson ocuparam respectivamente a terceira, quarta e quinta posições. No total, as cinco fabricantes apontadas foram, segundo a Strategy Analytics, responsáveis por 78 por cento das vendas mundiais registadas.



O estudo, divulgado pelo Wall Street Journal, indica ainda que no período em análise a Nokia produziu 96,7 milhões de telefones móveis, prevendo que no final do ano o total ascenda a 417 milhões.



No passado mês de Julho, a fabricante finlandesa de telemóveis assinalou que estimava produzir cerca de 400 milhões de terminais móveis este ano, sendo que 93 milhões seriam fabricados no segundo trimestre.



Notícias Relacionadas:

2002-07-18 - Resultados financeiros da Nokia cumprem previsões

2002-06-11 - Nokia reduz estimativas de resultados financeiros para o segundo trimestre

2002-01-24 - Vendas da Nokia no quarto trimestre quebram 5 por cento

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.