A Nokia quer aumentar significativamente o número de utilizadores de telefones móveis no continente africano e Médio Oriente até ao ano de 2008, explorando o potencial das duas regiões ainda pouco desenvolvidas, adianta a Reuters com base em declarações numa conferência local.

Timo Toikkanen, vice-presidente da Nokia para este mercado, afirmou que do milhar de milhão de novos utilizadores previstos até 2008 “200 milhões serão do continente africano e do Médio Oriente”, o que faz com que estes sejam os mercados onde se verifique “um dos maiores crescimentos de mercado, senão o maior”.

A Nokia é líder de mercado no continente africano onde inaugurou seis escritórios na tentativa de explorar aquele que poderá vir a ser uma das fontes mais lucrativas no mercado dos telefones móveis.

A meio deste ano serão comercializados telemóveis de baixo custo, onde o modelo 1112 custará aproximadamente 55 dólares. Contudo os preços destes aparelhos poderão variar tendo em conta as taxas de imposto em vigor no continente africano.

Notícias Relacionadas:

2003-08-28 - Estratégia da Nokia para mercados emergentes assenta no entretenimento e preço

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.