“O 5G não é apenas um outro ‘G’. A diferença entre o 4G e o 5G é como o carro foi para o cavalo, como a televisão foi para a rádio: é uma mudança fundamental”. Foi desta forma que Ronan Dunne, vice-presidente executivo e Group CEO da Verizon, começou a intervenção que abriu o palco principal do segundo dia do Web Summit.

“É tão poderosa que a melhor maneira de a pensarmos é como toda uma nova tecnologia. Como toda uma nova era de transformação”.

Ronan Dunne indicou que se fala mesmo de uma quarta revolução industrial, “alimentada” por tecnologias como a Inteligência Artificial, a Realidade Virtual ou os veículos autónomos, mas a verdadeira base dessa nova revolução industrial é a quinta geração móvel. “Falta-nos compreender o potencial destas tecnologias no contexto do 5G”.

A maior velocidade, a possibilidade de proporcionar uma verdadeira internet das coisas “onde tudo está ligado”, de proporcionar um autêntico service deployment “com minutos em vez de semanas ou dias”, a confiança e suporte de banda ultralarga são algumas das vantagens associadas ao 5G.

Além disso, o vice-presidente executivo da Verizon destacou o papel que a quinta geração de redes móveis poderá ter no combate às alterações climáticas, pela sua maior eficiência energética. “O consumo de energia do 5G vai ser apenas de 10% daquilo que vemos acontecer atualmente com o 4G”, apontou Ronan Dunne.

O Web Summit visto pelo SAPO TEK

O SAPO TEK está a acompanhar todas as novidades do Web Summit e para além das notícias de antecipação, nos próximos dias vai trazer os temas e as tendências mais relevantes. Encontramo-nos pelo Web Summit ou Night Summit?

Veja ainda a galeria de imagens que vamos recolhendo no nosso Diário do Web Summit.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.