Já há cartões agnósticos que permitem ao utilizador escolher qual a rede a que prefere ligar-se, sem ter necessariamente um vínculo com a operadora de telecomunicações. Mas os cartões SIM eletrónicos, ou e-SIM como são conhecidos, vão trazer um comodismo ainda maior.

Estes são cartões cujas informações podem ser reescritas digitalmente por qualquer operador de telecomunicações. Não está satisfeito com o serviço da operadora A? Faça uma chamada e esteja nos minutos seguintes a usar os serviços da operadora B ou C.

Este novo standard aprovado pela GSMA, a maior associação do mundo no segmento das telecomunicações, está destinado à Internet das Coisas e aos wearables. Como os e-SIM estão integrados nos próprios equipamentos, não haverá necessidade de troca de cartões.

A maior vantagem estará no uso de equipamentos por utilizadores que viajam com muita frequência - até trocar entre operadores internacionais deverá ser uma tarefa instantêna.

O primeiro dispositivo a tirar partido do novo standard será uma nova edição do relógio Samsung Gear S2. A chegada do wearable está prevista para alguns mercados ainda durante o mês de março.

 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.