Portugal Telecom, Vodafone Telecel, Sonae.com e EDP mostraram interesse, segundo noticia a Reuters, em adiar novamente o lançamento comercial dos serviços de comunicações móveis de terceira geração, ou UMTS, marcado para o início de 2003.



Em declarações àquela agência de notícias, os responsáveis pelas quatro operadoras detentoras de licenças UMTS em Portugal afirmaram que, embora estejam preparados para iniciar os serviços na data prevista, estão preocupados com a falta de terminais de qualidade.



As empresas declararam ainda que já deram a conhecer ao regulador nacional para a área das telecomunicações, Anacom, o seu interesse por discutir um possível adiamento. Na última edição do semanário Expresso, Álvaro Dâmaso, principal responsável pelo regulador português afirmou que o adiamento poderia ser considerado se todos os operadores intervenientes estivessem de acordo, consenso que parece acontecer.



TMN, Vodafone Telecel, Optimus e OniWay foram em 2000 as vencedoras das quatro licenças de 15 anos para operar uma rede UMTS em Portugal, pelas quais tiveram que dispender, cada uma, 100 milhões de euros.



Notícias Relacionadas:

2001-10-24 - ICP e ministro do Equipamento autorizam adiamento do UMTS por um ano

2000-12-19 - UMTS: Governo aprova grelha da comissão de análise

2000-07-04 - Concurso para UMTS em Agosto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.