Nos últimos seis meses do ano passado aderiram a serviços de fibra ótica 820 mil novos assinantes na Europa e aumentou para 6,2 milhões o número de casas passadas na região, revelou hoje o Fibre to the Home Council Europe.



Os dados mostram que no último semestre de 2012 as ligações de fibra na Europa, excluindo a Rússia, aumentaram 15%. Portugal está entre os países que deram um contributo importante para este avanço, tendo sido responsável por cerca de 30% dos novos acessos.



Portugal posiciona-se ainda no grupo de países onde a penetração das tecnologias de fibra é superior a 10%, mas o maior crescimento da tecnologia neste período analisado está nos países de leste e norte da Europa.


[caption]FTTH[/caption]

Na Rússia o número de subscritores de serviços de fibra aumentou 42% para 2,2 milhões, um valor que supera o número total de assinantes da fibra nos 27 países da União Europeia. No resto da Europa os crescimentos mais relevantes aconteceram na Lituânia e na Suécia.



Na Lituânia destaca-se aliás o facto da tecnologia estar preparada para chegar a 100% dos lares. Destes, 31% já aderiram à fibra. Na Suécia, o segundo país com penetração mais elevada, 22,6% dos lares com acesso à Internet já usam a fibra.



Nos dados disponibilizados pelo FTTH, reunido em Londres, numa conferência, destacam-se ainda outras conclusões, como a existência de um fosso cada vez mais vincado entre os países que lideram a implementação da tecnologia e os que estão ainda a apostar pouco nesta área.



Em Portugal, os últimos dados da Anacom relativos à fibra ótica indicavam que a tecnologia era a que mais crescia no mercado de banda larga, absorvendo três em cada quatro novos clientes. No terceiro trimestre de 2012 o número de clientes aumentou 9,9% para os 337 mil, sendo usada por 3,2 em cada 100 habitantes.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.