No mais recente ranking do Réseaux IP Européens Network Coordination Centre (RIPE NCC) Portugal surge na 15ª posição mundial em termos de preparação para o IPV6, o protocolo de Internet que vai substituir o IPV4.



O centro "supervisiona os endereços IP (Internet Protocol) que, fazendo parte de um registo internacional da Internet (RIR) para a Europa, Médio Oriente e Ásia Central, se encontram preparados para lidarem com o tráfego IPv6", descreve a Anacom que dá nota dos dados. Está em causa a percentagem de redes com capacidade de encaminhamento de tráfego em IPv6. Portugal regista 25,9%.



Na página onde são disponibilizados os resultados é também possível ter acesso a informação sobre as empresas a operar em Portugal que já completaram todo o processo de migração para o IPV6, atingindo o nível máximo de preparação previsto, correspondente a 4 estrelas. As empresas estão listadas de acordo com a dimensão.



O IPV6 é uma nova geração do protocolo de Internet que vem resolver o esgotamento dos endereços disponíveis em IPV4, à beira do limite. A introdução da tecnologia tem vindo a ser preparada ao longo dos últimos anos.



Em junho do ano passado foi feito o lançamento mundial do IPV6, uma data simbólica na qual as grandes empresas de Internet já tinham grande parte do trabalho necessário para assegurar a interação com os novos endereços web IPV6 realizado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.