Os indicadores divulgados pela Marktest contabilizam 3.142 mil lares com TV paga em Portugal, o que corresponde a 77,7% do total de residências em Portugal, um número que tem continuado a crescer nos últimos anos. Em 2006 a taxa de utilização de televisão paga em Portugal rondava os 46% mas a introdução de pacotes de triple e quadruple play dinamizou o crescimento.

Segundo a empresa de estudos de mercado, a assinatura de serviços de TV paga é superior junto dos lares onde a idade do ICMR (Indivíduo que Contribui com o Maior Rendimento) se situa abaixo dos 55 anos, na Região da Grande Lisboa ou entre os lares das classes mais elevadas.

[caption][/caption]

Em relação à tecnologia de ligação, a empresa mostra que a fibra ultrapassou o uso de cabo desde 2014, sendo o tipod e acesso mais referido pelos lares inquiridos com serviços de televisão paga.

[caption][/caption]

Os dados da Markteste usam indicadores do estudo do Barómetro de Telecomunicações mas entram em contradição com os dados de mercado da Anacom, que mostram que o cabo continua a ser o acesso mais relevante no suporte aos serviços de TV paga, embora tenha diminuido no último ano. Segundo o regulador do mercado de comunicações, em 2015 38,3% dos serviços são suportados em cabo e apenas 23,1% são suportados em fibra, embora seja esta tecnologia que apresenta mais crescimento.

Mesmo em relação ao número de assinantes de TV paga nos lares portugueses, os dados da Anacom mostram uma taxa de penetração mas elevada, com 86,6 assinantes por cada 100 famílias clássicas no final de 2015.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.