Uma fonte da Anacom confirmou ontem à Lusa que já foi aprovada a atribuição da quarta licença para operador de rede móvel, atribuída à Rede Nacional de Telecomunicações (RNT), única candidata ao concurso que decorreu até Outubro de 2008. A decisão está já também publicada no site do regulador, tendo sido alvo de deliberação a 7 de Janeiro.

A Rede Nacional de Telecomunicações (RNT), detida maioritariamente pelo grupo britânico Telephony Holding, que possui 85% do capital, conta com uma participação de 15% da operadora portuguesa Radiomóvel, tendo sido a única entidade a responder ao concurso lançado pela Anacom. A Vodafone e a TMN tentaram ainda impugnar o concurso, mas a Anacom bloqueou a providência cautelar atribuindo a este concurso a classificação de interesse público.

Na altura da abertura das propostas a RNT adiantou que pretendia investir 40 milhões de euros no projecto, antecipando ainda a possibilidade da operação avançar até ao final de 2009. O objectivo é atingir os 300 mil clientes numa fase de velocidade de cruzeiro.

A RNT vai concorrer com os actuais operadores móveis licenciados, a Optimus, TMN e Vodafone, assim como com os operadores virtuais Phone-IX e Zon Mobile.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.