Em 2016 o Rock in Rio em Lisboa já foi smart, mas a edição deste ano do festival de música é ainda mais inteligente. A garantia é da Vodafone, que diz que a Internet of Things no recinto deu lugar à Internet of Everything, tudo para melhorar a experiência de utilização dos visitantes.

A operadora sublinha que, muito mais do que um upgrade face à edição anterior, o projeto traduz uma forte aposta na inovação e na capacidade de aliar a digitalização à música e ao entretenimento. "A intenção é permitir que os visitantes aproveitem tudo o que o espaço tem de bom, não só os concertos, mas as diversões", referiu Paula Carioca, administradora da unidade de negócios empresariais da Vodafone Portugal, na apresentação dos novos recursos à imprensa, esta terça-feira.

A principal novidade é a solução Smart Check-in que, através da aplicação Vodafone Rock in Rio, permitirá aos utilizadores inscreverem-se nas populares atrações do recinto, roda gigante e slide. A app está disponível a partir de hoje, para Android e iOS. Mas ainda não é possível fazer reserva para dar uma "voltinha", só nos dias do festival, que acontece nos próximos dias 23, 29 e 30 de junho.

Na prática, a solução transporta para a Cidade do Rock um conceito de check-in semelhante ao utilizado nos aeroportos, bastando fazer o download da aplicação e escolherem a diversão e o horário que desejam, dentro da disponibilidade existente e das reservas já feitas. A app "devolve" a confirmação e cria um QRCode que depois sevirá para aceder à diversão.

A solução desenvolvida pela Vodafone, em parceria com a empresa ThinkDigital, contemplam ainda a gestão inteligente da energia, água, ambiente e mobilidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.