Numa conferência de imprensa que contou a presença do CEO da Sendô, Hugh Brogan, e do seu director geral para Portugal e Espanha, Luís Silva, a empresa revelou que, neste momento, é a terceira marca de telemóveis mais vendida no nosso país. Esta foi uma das principais novidades reveladas pela companhia britânica num evento que serviu para dar contas da actividade da Sendô a nível nacional e internacional e para apresentar os produtos que esta disponibiliza no nosso país.

Pela voz de Hugh Brogan, a Sendô traçou um breve enquadramento da sua actividade, a qual apenas há dois anos inclui a produção sustentada de telemóveis. Daí para cá a empresa registou um aumento significativo do seu volume de receitas, com um crescimento trimestral no ano fiscal de 2003 - que agora termina para a firma - de 30 por cento e com uma previsão de fabrico de um milhão de telefones, para os últimos três meses deste ano.

A nível nacional a Sendô considera-se muito satisfeita com a implementação da marca, revelando surpreendentemente que é a terceira maior vendedora de telemóveis em Portugal - seguindo-se à Nokia e à Siemens - com uma quota de mercado de 9 por cento, mas não sustentando esta afirmação em dados de nenhuma consultora. Para Hugh Brogan, as razões deste sucesso passam pela "qualidade do design, da tecnologia, do valor e dos bons serviços da marca". A esses factores, o CEO da Sendô junta o facto do mercado português ser "exigente e sofisticado" e por isso ideal para a marca.

Para Luís Silva estes bons resultados obrigam a Sendô a consolidar a sua posição junto dos operadores nacionais e a continuar a estabelecer confiança com a rede de agentes e distribuidores. Outro dos enfoques da sua estratégia será do reforço do marketing em relação à marca, nomeadamente através de actividades de sell-out e o patrocínio de grandes eventos desportivos (como jogos de futebol ou corridas automobilísticas).

Neste em particular, a firma preferiu destacar a importância da consolidação da sua posição junto dos operadores, a qual assenta, em grande parte, na disponibilização de diferentes produtos, com carácter único, para cada uma das redes nacionais.

E no que diz a respeito aos produtos, a Sendô aproveitou ainda a conferência de imprensa de hoje para apresentar os modelos de telemóvel que tem disponível - e que pretende lançar - no nosso país. De momento a marca tem à venda os modelos S230, S330 e M550, devendo ser lançado no decorrer deste mês o modelo S300. Em comum estes aparelhos têm o design elegante e novas e mais completas funcionalidades, que incluem, nos dois últimos casos, visores a cores.

Para o futuro, sensivelmente a meio de 2004, a empresa anunciou o lançamento de um novo smartphone carregado de especificações e possibilidades e que será baseado na plataforma Symbian Série 60 - isto depois de quebrada a ligação com a Microsoft, firma que Sendô tinha escolhido inicialmente para parceira neste produto.

Notícias Relacionadas:
2002-12-26 - Sendo processa Microsoft alegando tentativa de roubo de tecnologia
2002-03-20 - Smartphones Sendo dentro de dois meses no mercado europeu
2001-07-19 - Telemóveis Sendo em Portugal pela AEG

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.