Oito milhões de medições à velocidade de download e upload das ligações de Internet permitiram concluir que a Suécia e a Holanda são os países da Europa com banda larga de melhor qualidade.

O resultado consta de um estudo da Universidade de Oxford e da Universidade de Oviedo, patrocinado pela Cisco e não tem em conta os preços dos serviços, nem a expressão a nível territorial. Atribui a liderança absoluta ao Japão, considerando-o o país do mundo a permitir ligações de banda larga de melhor qualidade.

No quarto lugar da tabela surge a Letónia, logo seguida pela Coreia e da Suíça. Habitualmente bem posicionada nos rankings que avaliam a penetração da banda larga, a Dinamarca surge apenas na oitava posição desta tabela, seguida da Alemanha, em nono lugar.

Os Estados Unidos são 16º e países como o Reino Unido, Itália ou Espanha também estão remetidos para lugares secundários da tabela com a nota de que a velocidade de internet oferecida nestas localizações não tem qualidade para permitir uma experiência satisfatória na utilização de serviços como o You Tube, vídeo messaging ou de partilha de ficheiro.

As posições da Holanda e da Suécia são considerados resultados directos dos investimentos dos dois países na fibra óptica e na renovação das redes de cabo.

Notícias Relacionadas:
2008-07-31 - Número de clientes de banda larga chegará aos 499 milhões em 2012

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.