No total, a DECO recebeu em 2012 quase 435 mil queixas, sendo que este número inclui pedidos de informação, denúncias e processos de mediação. As telecomunicações e a banca lideram a lista dos sectores com mais reclamações, com 58 mil e 50 mil, respetivamente, seguindo-se a compra e venda com 39 mil reclamações e os serviços de interesse geral, com 34 mil.

O sector das telecomunicações é tradicionalmente um dos que origina maior número de queixas e reclamações, mas este ano a DECO destaca o peso da TDT (Televisão Digital Terrestre) neste número, já que a introdução do novo modelo de distribuição de sinal de TV originou no ano passado 3.600 queixas.

A DECO já tinha adiantado em fevereiro que 62% dos utilizadores se queixam da qualidade do sinal da TDT, sendo que o próprio regulador das comunicações, a Anacom, tinha contabilizado no ano passado mais de 8 mil queixas sobre o novo serviço.

A associação de defesa do consumidor destaca ainda outros casos que geraram grande volume de reclamações, como o desfasamento da hora nos contadores bi-horários e a suspensão da atividade da empresa A Vida é Bela.

A DECO adianta ainda que a resolução destas queixas pela associação tem uma taxa de sucesso na mediação que ronda os 80%.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.