Por Zélia Barroso (*)

Ter um website e/ou estar presente nas redes sociais passou a ser o “cartão-de-visita”, a “montra”, o primeiro passo para a existência de qualquer empresa – se não tem, é como se não existisse! Mas, é preciso muito mais do que estar “ON” para existir!

O único retrato digital alguma vez feito às PME Portuguesas foi tirado através da lente da PSE e do IAPMEI, que se uniram para dar a conhecer ao mercado o nível de maturidade digital da grande fatia do nosso tecido empresarial. Através de uma amostra representativa composta por mais de 1500 PME, é bom saber que cerca de 70% delas considera importante ter uma estratégia de marketing digital baseada no conhecimento, porém, a sua adoção é quase inexistente! Apenas 11% das PME têm perfil de Líder no que respeita à adoção de uma estratégia digital “inteligente”, para desenvolvimento do seu negócio!

É mau perceber que em plena era digital, 79% das PME não vão além do nível elementar de desenvolvimento, sendo que 63% delas ocupam os dois primeiros degraus da escada de maturidade digital (37% “principiantes” e 26% “sem estratégia digital”).

As principais dificuldades nesta jornada de transformação são: a escassez de recursos humanos com competências e capacidades de análise, a utilização ineficiente de canais de comunicação digital e sobretudo a falta de cultura analítica.

Mais importante do que ser ou estar “ON”, é ter estratégia! E para isso é essencial que as empresas conheçam as tendências do seu negócio e consigam identificar as oportunidades e riscos que advêm do estádio de maturidade digital em que se encontram.

(*) Head of Research&Insights da PSE

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.