Foram seis meses no espaço desde a partida a 23 de abril deste ano a bordo de mais uma missão comercial da NASA com a SpaceX, e os quatro astronautas mostraram sinais de felicidade quando esta madrugada chegaram à Terra, numa queda controlada da nave no Golfo do México, como estava previsto.

As condições atmosféricas na zona têm obrigado a mudanças nos planos da NASA para trazer de volta a equipa da missão Crew-2 e também para os seus "substitutos" da Crew-3 chegarem à Estação Espacial Internacional. Os voos foram adiados várias vezes e acabaram por ser desfasados no tempo. A próxima missão parte amanhã de Cabo Canaveral, se tudo se mantiver como previsto.

A NASA fez a transmissão do regresso e confirma que os astronautas chegaram bem e felizes por estaren em casa, depois de uma missão de seis meses no espaço. A nave Crew Dragon também registou um recorde de permanência e já conta com mais de 260 dias no espaço, somando os 199 dias desta missão em órbita, onde se manteve acoplada à Estação Espacial, mais dos 63 dias da missão Demo-2 no ano passado.

O momento de abertura da escotilha foi partilhado no Twitter da NASA

A viagem durou cerca de 8 horas, entre o tempo em que os astronautas se mudaram para bordo da cápsula produzida pela SpaceX que estava ligada ao módulo Harmony, uma volta especial à Estação Espacial Internacional que foi aproveitada para fazer fotografias exteriores e o regresso propriamente dito, com a aterragem controlada no oceano Atlântico.

A missão da Crew-2 partiu a 23 de abril para a Estação Espacial Internacional e conta com 4 astronautas, dois da NASA, Shane Kimbrough e Megan McArthur, um da JAXA (Japan Aerospace Exploration Agency) Akihiko Hoshide, e o europeu da ESA (European Space Agency) Thomas Pesquet. Passaram 199 dias no espaço, e completaram 3.194 órbitas à volta do planeta, segundo dados da NASA.

A chegada aconteceu com precisão à hora prevista, 10h33 p.m. EST, cerca das 3h33 da manhã em Portugal Continental, e as imagens noturnas acabam por ser também espetaculares, mas menos detalhadas do que as de outras missões.

Um dos astronautas a bordo da Crew-2 é Thomas Pesquet, astronauta da ESA, que tem partilhado imagens fantásticas captadas a partir do Espaço, incluindo as de uma aurora boreal este fim de semana.

Os astronautas da Crew-2 tiveram também muitas tarefas de manutenção da Estação Espacial e experiências científicas, além de demonstrações de tecnologia, para fazer nos últimos meses. Estudaram como as chamas gasosas se comportam na microgravidade, fizeram crescer pimentosverdes naPlant Habitat Facility e instalaram assistentes robóticos que voam livremente. Também usaram óculos de realidade virtual para testar novos métodos de exercícios no espaço, entre muitas outras atividades.

Houve ainda tempo para quatro "passeios" espaciais e a captação de centenas de fotos da Terra como parte da investigação Crew Earth Observation, que contribui para o rastreamento de desastres naturais e mudanças no planeta.

Crew-3 prepara-se para nova missão

A missão da Crew-3 da SpaceX para a Estação Espacial Internacional (EEI) tem agora data definida para 10 de novembro, depois de ter estado programada já para o final de outubro e depois para os primeiros dias de novembro. Nesse dia, segundo a agência espacial norte-americana, a probabilidade de condições atmosféricas favoráveis é de 80%.

Segundo a NASA, esta nova data foi fixada para dar tempo da Crew-2 regressar à Terra, antes da partida dos astronautas que vão substituir aquela equipa. Esta viagem também esteve marcada para domingo, mas devido às condições atmosféricas foi adiada um dia.

A partida da Crew-3 vai acontecer às 02:03, hora de Lisboa, a partir do centro espacial Kennedy, na Flórida, esta quarta-feira, com chegada à EEI prevista para dia 11 às 00:10.

Esquema da partida da Crew-3
créditos: Tek

A missão da Crew-3 vai ter uma duração de seis meses e é a terceira no âmbito do programa que junta a NASA à empresa de Elon Musk, através do qual a agência recorre a empresas de transporte espacial privadas para assegurar este tipo de transporte. Como a Space-X estão acordadas seis missões de transportes para e da EEI.

NASA e SpaceX completam o lançamento da Crew-2 em direção à ISS com sucesso. Veja o vídeo
NASA e SpaceX completam o lançamento da Crew-2 em direção à ISS com sucesso. Veja o vídeo
Ver artigo

Os adiamentos na partida da Crew-3 ficaram a dever-se às condições atmosféricas, primeiro, e a um problema de saúde na equipa dos quatro astronautas, que a NASA explicou na altura não ser nada grave, nem relacionado com a Covid-19. Depois destes dois adiamentos, a data voltou a ser ajustada para permitir que a equipa da Crew-2 regressasse antes da próxima partida.

Os astronautas da NASA Raja Chari, Kayla Barron e Thomas Marshburn, integram a missão Crew-3, bem como o alemão Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia.

Equipa da Crew-3
créditos: NASA

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.