O desafio está aberto e abrange todos os Estados membros UE e ainda a Noruega, Suiça, Ucrânia e Turquia. A ideia é usar a hackaton, em modo virtual, para colocar as melhores cabeças a desenvolver projetos e soluções que tenham aplicação prática neste período de pandemida da COVID-19.

A #EUvsVirus é promovida pela Comissão Europeia e o Concelho Europeu de inovação, pretendendo juntar a sociedade civil, inovadores e parceiros, mas também investidores, neste objetivo comum.

As inscrições ainda estão abertas, mas quem quiser participar tem de se apressar, porque a cerimónia de abertura decorre às 16 horas, online, com transmissão no Facebook.

A maratona de programação e de construção de projetos e soluções tem início hoje, dia 24 de abril, e decorre até domingo, 26 de abril. Em Portugal a iniciativa é apoiada pela Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, e tem como embaixador o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

A meta é ter ideias que possam ser implementados a curto prazo no âmbito da saúde, continuidade de negócios, teletrabalho, educação a distância, coesão social, entre outros domínios.

Os projetos vencedores vão ter um financiamento de 50 mil euros e serão integrados numa plataforma do Conselho Europeu de Inovação, que facilitará o estabelecimento de ligações a utilizadores, assim como o acesso a investidores, fundações e outras opções de financiamento.

A agência Ciência Viva prevê "uma participação nacional ampla e diversificada envolvendo as comunidades tecnológicas e empreendedoras", estando 500 portugueses registados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.