Redigir trabalhos para entregar no dia seguinte, preparar a extensa dissertação de final de curso e, acima de tudo, aceder à internet em busca de toda a informação necessária para estudar e desenvolver tarefas escolares.

Estas são apenas algumas das ações que estudantes de todo o mundo executam com a ajuda de um computador.

Hoje em dia, ter acesso a uma equipamento do género, com a respetiva ligação à internet a ser quase “obrigatória”, é imprencendível no processo de estudo e na busca pelas melhores notas possíveis.

Independentemente do nível de ensino – universidade, secundário, preparatório e até… primário –, as novas tecnologias são já sobejamente importantes e os próprios professores e educadores promovem a utilização das máquinas, pois, afinal de contas, qualquer profissão a desempenhar no futuro colocará à frente do estudante um computador, “ferramenta” indispensável ao seu dia a dia.

E, em função do tipo de utilização a dar-lhe, a máquina pode ser um PC desktop ou um portátil, com cada um dos formatos a evidenciar vantagens e desvantagens. Por exemplo, os computadores pensados para ficarem “sossegados”em casa permitem, em alguns casos, selecionar os componentes necessários a gosto do utilizador, ao mesmo tempo que podem ser mais baratos que um portátil.

Estes, por seu turno, apesar de mais caros (de uma forma geral), trazem a inegável vantagem de poderem ser levados para toda a parte e utilizados fora de casa. Sala de aula incluída, claro.

Vamos então mostrar-lhe como de momento há computadores portáteis e desktop para todos os gostos, usos escolares e bolsas. Há preços e, consequentemente, índices de desempenho diferentes, à medida do que será necessário, mas decerto existe o computador certo para si ou para o seu filho que agora regressa às aulas…

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.