A organização internacional de monumentos e sites (ICOMOS) quer preservar e proteger estes locais e mobiliza mais de 10 mil membros em todo o mundo, incluindo arquitetos, arqueólogos, geógrafos e antropólogos, mas a ameaça das alterações climáticas obriga a uma ação comum para evitar a destruição de locais e monumentos identificados como locais históricos.

O site Heritage on the Edge surgiu numa colaboração entre a ICOMOS a CyArk e a Google Arts & Culture e coloca em evidência os danos que estão a ser causados a cinco sites de Património Mundial da Unesco, as estátuas de Rapa Nui na Ilha da Páscoa, a cidade de Bagerhat no Bangladesh, Chan Chan no Peru, o castelo de Edinburgo na Escócia e a cidade de Kilw Kisiwani na Tanzânia.

Estes locais não são apenas destinos turísticos mas também locais de grande significado histórico, espiritual e cultural.

Ao todo são mais de 50 exposições online, modelos 3D e passeios em street view, a que se juntam intervistas com especialistas locais e as comunidades, tudo com o propósito de mostrar o que está a acontecer a mobilizar a ação para evitar a destruição destes locais.

Estes locais são apenas um exemplo do que está a acontecer no planeta, mas sem soluções globais e uma mudança sistemática será impossível evitar a sua destruição.

Heritage on the Edge

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.