Lançado em 1999, o Chandra X-ray Observatory é um telescópio desenhado pela NASA para detetar a emissão de raios-X por entre explosões de estrelas, aglomerados de galáxias ou matéria em redor de buracos negros.

Uma vez que os raios-X são absorvidos pela atmosfera da Terra, o Chandra orbita acima dela, a uma altitude de 139.000 km.

É o Smithsonian's Astrophysical Observatory, em Cambridge, que está responsável por operar o telescópio e processar os dados reunidos e que depois os distribuiu aos cientistas de todo o mundo, para que possam ser analisados.

A partir do website https://chandra.harvard.edu disponibiliza-se ao público informação histórica e técnica sobre o Chandra X-ray Observatory, mas também sobre os principais contributos do telescópio ao longo das já mais de duas décadas de atividade.

Um dos mais recentes dá conta de um “tesouro de delícias cósmicas” para abrir, mais precisamente de uma coleção de imagens em que foram combinados dados de vários telescópios capazes de registar diferentes tipos de luz, de forma a obter uma perceção completa dos objetos.

Entre os “resultados deliciosos” há duas galáxias, um remanescente de supernova de um aglomerado de galáxias, um sistema de estrela dupla ou uma nebulosa planetária. Imagens cuja espetacularidade poderá avaliar por si próprio, entre outras que pode encontrar na galeria do site.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.