Já passaram aqui pelo TeK sugestões de tablets para bolsas menos recheadas, portáteis e um conjunto de outros equipamentos complementares. Hoje viramos atenções para os conteúdos e para as plataformas que podem dar uma ajuda ao estudo dispensando o recurso aos livros em papel, pelo menos em algumas ocasiões.



A oferta a este nível no mercado português não é muito diversa, até porque há dois grandes grupos a controlarem um número significativo de editoras, mas apresenta algumas novidades face ao ano letivo anterior.



A Porto Editora foi pioneira na criação de uma plataforma online e mantém uma aposta forte nesta área, centrada na Escola Virtual, que pode ser adotada pelas escolas interessadas em abraçar novas metodologias de ensino e em tirar partido das ferramentas tecnológicas, mas também pode ser subscrita pelos alunos de forma unilateral.



[caption]Nome da imagem[/caption]

Para cada disciplina estão disponíveis aulas interativas, que integram animações, simulações e vídeos, a que se juntam testes e exercícios que o utilizador pode definir consoante o tema e o tempo de prova que quer realizar.



Entre o 1º e o 3º ciclo, os preços por ano de escolaridade variam entre os 37,49€ e os 59,99€. Para alunos do secundário a oferta organiza-se em três grupos, consoante a área seguida, e os preços oscilam entre os 18,47€ e os 37,49€.

A Porto Editora tem parceria com vários sites, que também dão acesso a conteúdos da Escola Virtual e essa pode ser uma boa forma de experimentar um pouco a oferta antes de tomar a decisão. O SAPO Kids e o Sítio dos Miúdos são dois exemplos de moradas com conteúdo da Escola Virtual (exercícios por exemplo) para explorar de forma aberta.



A concorrente Leya está presente nesta área dos conteúdos escolares em formato digital através da plataforma 20, que cobre várias vertentes. É uma solução para os professores e escolas, na mesma linha da Escola Virtual, mas também permite que os alunos tirem partido dos conteúdos digitais por iniciativa própria e sem que a escola siga o mesmo caminho.


[caption]Nome da imagem[/caption]

O 20 Aula Digital é uma das vertentes à disposição dos alunos, que está disponível para quem comprou o CD que acompanha os livros das editoras do grupo (ASA, Sebenta, Texto ou Gailivro). Esta opção leva os conteúdos dos livros para o computador e acrescenta-lhes um conjunto de ferramentas interativas para explorar os conteúdos disponíveis de forma mais diversa ou um sistema de correção automática de exercícios, que ajuda os alunos a identificarem mais rapidamente as áreas onde ainda têm de reforçar o estudo.



O grupo conta ainda com um serviço online de explicações, associado à mesma plataforma, e que batizou de 20 Explica. A matemática é a grande aposta desta oferta, que pode ser adquirida na loja online da Leya com preços a partir dos 55€.


Livros escolares no tablet


Porto Editora e Leya juntam este ano à oferta de conteúdos online a possibilidade de descarregar versões digitais dos livros escolares para o tablet. Na Leya, as aplicações para iOS e Android já estão disponíveis e incluem todo o projeto escolar, ou seja: manual interativo, cadernos de atividades, um banco de recursos digitais e um caderno de anotações integrado. "Contém também um conjunto de ferramentas que permitem escrever, sublinhar, fazer anotações, “recortar” partes do conteúdo, ou marcar as páginas mais importantes", explica a empresa. Até ao início do ano letivo estará também disponível uma versão da aplicação para Windows Phone. Em qualquer uma das plataformas a app funciona online e offline.

A Porto Editora vai oferecer a mesma possibilidade, que já se anuncia no site da empresa, mas que ainda não está operacional. Neste caso, no entanto, são apenas prometidas apps para iOS e Android.



Fora da esfera das editoras, vale ainda a pena referir projetos como o Já Passei onde estão alojados materiais de estudo do 5º ao 12º ano, organizados por ano letivo ou por disciplinas. Os preços para uma e outra opção variam entre os 10 e os 30€ por ano.



Resumos, exercícios, quizzes e exames nacionais ou provas de aferição são alguns dos conteúdos disponíveis no site que, segundo os promotores, conta já com a colaboração de mais de três dezenas de professores.

[caption]Já Passei[/caption]

Uma nota ainda para o Class Notes, que já foi sebas.pt, e que adotou agora um posicionamento mais virado para o mercado internacional e um conceito que também sofre algumas alterações.



A plataforma dá a quem a usa a possibilidade partilhar gratuitamente ou vender os seus apontamentos e assenta num sistema de avaliações que pretende assegurar a qualidade dos conteúdos disponíveis. o site está em inglês mas os apontamentos que por lá irá encontrar estão sobretudo em português e cobrem várias áreas.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Nota de redação: Foi acrescentada informação ao texto sobre a nova app da Leya.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.