O Windows 10 tem algumas ferramentas de partilha de ecrã, mas são utilizadas para questões técnicas, para resolver problemas, como o assistente remoto. No entanto, pode partilhar facilmente o seu ecrã com outros utilizadores através do Discord, uma das mais utilizadas ferramentas de conversação da comunidade gamer, que durante a pandemia também cresceu no número de utilizadores no geral.

Tudo o que precisa é de ter uma conta registada na ferramenta e utilizá-la, seja a partir do browser de internet, ou instalando a aplicação no computador. Esta segunda é mais recomendada, caso a utilize com mais frequência o sistema. O Discord serve como um diretório de contactos, que permite adicionar outros utilizadores registados através de um ID único, que será o nome que escolher, seguindo-se um cardinal e um número de quatro dígitos, como por exemplo: sapotek#1234. Depois do registo, procure comunidades, ou crie mesmo o seu grupo de amigos.

A aplicação permite organizar diversas salas de conversa, que pode dividir por temas, mediante os seus gostos. Pode criar uma sala privada quando deseja conversar com alguém sem interferências, uma sala de áudio, caso queira ouvir música, ou porque não, uma sala de cinema, em que os filmes podem ser sincronizados e comentados em tempo real pelos utilizadores.

Uma das ações mais divertidas é sem dúvida fazer live streams para um grupo restrito, seja a partilha do ecrã do Windows para mostrar algo, ou mesmo partilhar o mais recente videojogo que está a jogar.

Para partilhar o ecrã siga os seguintes passos:

1 – Prima o sinal + para abrir um novo canal. Dentro do canal pode juntar várias pessoas e ficar visível a outras da comunidade, que podem juntar-se automaticamente ou não.

2 – Como alternativa, pode criar uma conversação privada e adicionar novos membros. Assim, tanto a conversa como as partilhas não são identificadas na comunidade.

3 – Voltando ao primeiro ponto, quando abre um novo canal, terá de optar se o mesmo é de texto, apenas para mensagens escritas, ou de voz. No segundo, o canal liga automaticamente o microfone dos membros que participarem neste canal. Pode sempre meter em mute, caso não participe na conversa. Tem ainda a opção de manter o canal privado ou público. Se for privado, os membros terão de ser puxados de outros canais, como por exemplo, uma sala de espera virtual criada em outro canal aberto.

4 - Quando entra numa das salas de conversação, ou está com um grupo, vai aparecer uma janela com a sua presença, por norma a sua webcam, e a dos participantes.

5 – Nesta janela vão aparecer novas funcionalidade rápidas na base da página. Ligar e desligar a câmara, o microfone ou sair do grupo. Mas o segundo ícone é dedicado à partilha do ecrã.

6 – Quando prime o screen share (partilha de ecrã), poderá escolher qual das janelas ativas deseja partilhar, seja um browser, a área do computador, um vídeo e claro, um videojogo, desde que o esteja a correr no PC. Neste caso, todos os participantes do grupo vão vê-lo a jogar, enquanto fala com eles. É como se fosse uma live stream “intimista”.

7 – Ainda antes de ir para live, poderá definir a resolução e o framerate da qualidade da transmissão, assim como fazer ajustes finais no canal, caso esteja em grupo aberto.

O How To TeK é uma nova rubrica do SAPO TeK que pretende ajudar todos os utilizadores em tarefas simples (mas que parecem complexas) na utilização de computadores e telemóveis. Se tiver sugestões de truques que quer ver esclarecidos envie um email para geral@tek.sapo.pt.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.