Esta semana o novo jogo de realidade aumentada da Niantic está a entusiasmar os fãs da saga de Harry Potter a descobrirem novas formas de explorar a magia nas ruas e parques das cidades, e o SAPO TEK já experimentou a app que promete ser um novo vício. Mas se a saga escrita por J. K. Rowling não está na sua lista de preferêncis temos outras sugestões de jogos, desde golf ao novo SimCity, passando por um jogo de plataformas com controlos fáceis.

Entre as propostas avaliadas pela equipa do SAPO TEK há ainda uma aplicação para evitar os danos nefastos da luz azul dos ecrãs de smartphones e tablets e a nova app da Prio que permite pagar o combustivel com o smartphone.

Quase todas as propostas são grátis e estão disponíveis para iPhone e iPad e para smartphones e tablets Android.

Harry Potter: Wizards Unite já está disponível em Portugal e promete ser o próximo vício no smartphone

O jogo de realidade aumentada começou a ser disponibilizado nos EUA e Reino Unido na passada sexta feira mas tem chegado gradualmente aos smartphones dos utilizadores portugueses.

Depois do lançamento no dia 21 de junho, alguns utilizadores portugueses que fizeram o pré-registo começaram a receber o aviso de disponibilização da app Harry Potter: Wizards Unite no sábado, mas há quem só agora esteja a ser notificado para fazer o download em Android e iOS.

Só nas primeiras 24 horas foram feitos mais de 400 mil downloads, e no Android a app já ultrapassou a fasquia do 1 milhão, o que não é muito impressionante para uma aplicação blockbuster como o novo jogo de realidade aumentada da Niantic. Mais relevante é o valor dos gastos in app divulgado pela Sensor Tower, que refere que só no primeiro dia foram gastos mais de 300 mil euros na aplicação no Reino Unido e EUA, e que estima que a rentabilidade pode chegar aos 400 a 500 milhões no primeiro ano.

O jogo tinha sido lançado anteriormente em versão beta, mas apenas na Austrália e na Nova Zelândia, com uma mecânica semelhante ao Pokémon Go, mas com maior complexidade e grafismos mais trabalhados, inspirado pelo universo de J. K. Rowling.

A app apresenta personagens e criaturas tanto do universo Harry Potter como dos filmes da série "Monstros Fantásticos". Os jogadores tornam-se novos recrutas de uma nova Força Especial que tem de capturar criaturas e objetos mágicos que fugiram do mundo dos feiticeiros, na sequência de um evento conhecido como "Calamidade".

Tal como em Pokémon Go, também produzido pela Niantic, Harry Potter: Wizards Unite é um jogo de realidade aumentada baseado em localização, que faz com que os utilizadores se desloquem pelo exterior à procura de objetos virtuais.

As primeiras queixas já se fizeram sentir, com alguns utilizadores a reclamarem um consumo elevado de bateria - que aliás já existia no Pokémon Go. A versão em português do Brasil também não agrada a todos os utilizadores que cresceram com os filmes e livros onde toda a linguagem é diferente. Por exemplo o nome para as pessoas não mágicas é Muggles enquanto na apps são chamados do "mundo dos trouxas". Neste caso a solução é mudar a língua para inglês.

A app está disponível gratuitamente e pode ser descarregada para iPhone e iPad na App Store e para smartphones e tablets Android na Google Play.

Para 2019 a Niantic tem previstas mais apostas de peso em jogos em realidade aumentada, nomeadamente Dragon Quest e Minecraft Earth.

Usar o smartphone à noite pede a luz certa para acompanhar

A aplicação Blue Light Filter quer garantir que os seus utilizadores não têm problemas em adormecer. E também que não ficam “pitosgas”.

Já sabemos que a luminosidade emitida pelos ecrãs dos dispositivos eletrónicos – e neste caso, mais precisamente, dos smartphones e tablets - pode prejudicar a produção da hormona do sono, assim como causar vista cansada ou dores de cabeça. O objetivo desta aplicação é contornar esses malefícios.

Tal como o nome indica, a Blue Light Filter oferece filtros para a chamada “luz azul”, tornando-a mais suave e menos prejudicial para os seus olhos.

A aplicação permite ter vários perfis de acordo com o tipo de utilização do smartphone ou tablet, porque ler é diferente de navegar no instagram ou de jogar, por exemplo, controlando o modo noturno, a intensidade do filtro e a luminosidade do ecrã.

A Blue Light Filter é gratuita com compras in app e está disponível para Android.

Golf Clash, o jogo dos duelos rápidos de golfe online

A aplicação desenvolvida pela Playdemic foi vencedora do prémio "Game of the Year" dos BAFTA, Mobile Game Awards e TIGA Awards.

Golf Clash é um jogo de golfe 3D que desafia os utilizadores em partidas rápidas contra outros jogadores online. Cada jogo dura menos de cinco minutos: duas ou três tacadas devem ser suficientes para terminar o buraco.

A jogabilidade no Golf Clash é muito simples. Na sua vez de jogar, basta clicar na bola e deslizar um pouco o dedo para baixo. De seguida, deverá soltar a bola no momento certo para fazê-la ir na melhor direção.

Cada jogo ganho no Golf Clash dá direito a moedas, que podem ser utilizadas para desbloquear novos conteúdos, como tacos ou bolas de golfe de melhor qualidade.

O Golf Clash é um jogo de golfe simples e divertido, que lhe permite desafiar os seus amigos do Facebook, bem como adversários aleatórios. Foi galardoado com vários prémios “Game of the Year”, nomeadamente nos British Academy Games Awards (BAFTA), Mobile Game Awards e The Independent Game Developers' Association (TIGA) Awards.

O jogo pode ser descarregado gratuitamente nas versões iOS e Android.

SimCity BuildIt é ter o próximo “presidente da câmara” na palma da mão

O clássico jogo de gestão de cidades da Electronic Arts oferece novas mecânicas de construção e opções adaptadas aos dispositivos móveis.

Desenhado pelo icónico produtor Will Wright e o estúdio Maxis, a série SimCity resistiu ao longo dos anos, adaptando-se às novas realidades, introduzindo situações distintas no desafio de transformar os jogadores no presidente da câmara da cidade. Os jogadores terão de gerir recursos, construir alicerces, edifícios, estradas e satisfazer todas as necessidades da exigente população.

Quando a cidade crescer, terá outras preocupações, passando por atrair turistas através de atividades turísticas, assim como trabalhadores para as fábricas e estabelecer relações comerciais com outros líderes de cidades. Na prática terá um leque vasto de opções para construir, assim como infraestruturas que terá de ter atenção, como esgotos, sistemas de distribuição de água e eletricidade.

Por outro lado, terá desafios ao nível de catástrofes, incêndios, poluição e tráfego para resolver ao longo do vasto mapa da cidade. O jogo oferece competições entre jogadores, em tempo real, declarando guerra a outras cidades, em que é possível causar desastres nos adversários.

Pode fazer o download gratuito de SimCity Buildlt nas versões Android e iOS.

Prio.go é a aplicação que lhe permite pagar o combustivel só com o telemóvel

A Prio acaba de lançar uma nova aplicação para iOS e Android que para além de ajudar a localizar as bombas de gasolina da marca também permite fazer o pagamento.

A ideia é que o utilizador não tenha de se deslocar à caixa de serviço para fazer o pagamento, nem usar o cartão na própria bomba de combustivel, onde já há terminais de multibanco. O telemóvel é a "ligação" necessária, identificando o consumidor e a viatura, e fazendo a conexão ao pagamento por cartão de crédito ou por MB Way.

A aplicação móvel Prio.go foi disponibilizada esta semana para iOS e Android e é gratuita. Numa primeira fase está disponível em 21 postos da rede Prio mas até final do ano o objetivo é quase triplicar este número.

"A app PRIO.GO marca a entrada da PRIO na era dos Digital Payments, sendo esta uma tendência mundial. A expectativa é que a app PRIO.GO passe a ser um dos principais canais de relação com os seus clientes e, nesse sentido, estão previstos vários desenvolvimentos futuros que continuarão a trazer funcionalidades e vantagens únicas”, refere Miguel Moreira, Head of Digital da Prio.

Depois de descarregarem a aplicação, os utilizadores têm de configurar a conta, introduzir a matricula e o NIF, identificando também o método de pagamento. Para utilizarem a app no abastecimento é necessário ter a geolocalização ativada, identificando o posto da Prio e depois o número da bomba de abastecimento onde o serviço está disponível, o tipo de combustivel e o valor.

Isso faz com que a utilização fique "bloqueada" para esse utilizador, que tem apenas de colocar a mangueira no depósito, mantendo o telemóvel dentro do carro (por uma questão de regulação). Só depois de abastecer é feita a cobrança e enviada a fatura por email, no valor do abastecimento.

O histórico dos abastecimentos fica registado e desta forma pode monitorizar as compras feitas com a aplicação.

A app PRIO.GO permite ainda a consulta de informação sobre todos os postos PRIO, de norte a sul do País, sendo possível filtrar a pesquisa por tipo de combustível, disponibilidade de carregadores elétricos ou até mesmo serviços e horários. Adicionalmente, com o sistema GPS integrado é possível planear a viagem do local atual a qualquer um dos postos à escolha.

Em Portugal nenhuma app permite o pagamento direto de estacionamento, embora a Via Verde tenha há vários anos uma funcionalidade para fazer o pagamento nos Postos da Galp de forma automática usando o identificador dentro do automóvel.

Ordia é difícil de descrever, mas muito agradável de jogar

No premiado Ordia assumimos uma espécie de olho pegajoso que, na base, é uma nova forma de vida a dar os seus primeiros passos num ambiente intrigante com algumas surpresas e (claro) muitos perigos.

Desenvolvido pela Loju, os mesmos produtores de Causality, Ordia é um jogo de plataformas que se controla com controlos fáceis a "um só dedo".

Com um toque, o ser protagonista salta e cola-se às paredes ou às formas que encontra pelo caminho em cenários bonitos repletos de vários perigos e surpresas, para facilitar o percurso. Há modos desafio, níveis de bónus e tarefas para desbloquear entre os 30 níveis oficialmente disponíveis.

Ordia está disponível para Android e para iOS e custa 4,49 euros, tanto numa plataforma como na outra.

Shadow Deck, o jogo de cartas colecionáveis para smartphone

No sistema de jogo do Magic Heroes Card, o utilizador terá de escolher a melhor estratégia tendo em conta os seus pontos de vida, pontos de ataque e iniciativa.

O Shadow Deck: Magic Heroes Card é um jogo de cartas colecionáveis (CCG) em que os jogadores podem enfrentar outros jogadores na internet, bem como adversários controlados por inteligência artificial. Além disso, o jogo oferece uma extensa campanha para um só jogador.

O sistema de jogo no Shadow Deck é bastante simples. Cada carta tem três valores diferentes: pontos de vida, pontos de ataque e iniciativa. Algumas cartas também têm poderes especiais que permitem curar ou proteger outros aliados, ou então infligir danos extra nas cartas dos inimigos.

No início do jogo, o utilizador apenas dispõe de duas cartas diferentes e de dois slots. Porém, à medida que for avançando no jogo e subindo de nível, poderá desbloquear muito mais cartas e slots extra. Além disso, também é possível aumentar os pontos de vida, ataque e iniciativa de cada carta.

O Shadow Deck: Magic Heroes Card está disponível gratuitamente para Android, no Google Play e para iOS na App Store.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.