A Cyberspace Administration of China (CAC), anunciou recentemente que ordenou às operadoras de telecomunicações que impedissem o acesso a perto de 8.000 aplicações.

Segundo a entidade reguladora chinesa, estes conteúdos - e entre eles inúmeros jogos - enganavam os utilizadores, cobrando indevidamente por serviços, assim como roubando informação, cita a Reuters.

A CAC tinha lançado esta “campanha de limpeza” em setembro último, num esforço conjunto com outras agências governamentais e ministérios chineses, tendo como alvo “aplicações móveis maliciosas que violam os direitos dos consumidores”.

Quando a notícia foi inicialmente avançada pela Reuteurs, mencionava-se que o popular Fruit Ninja seria um dos jogos visados, por enganar os utilizadores, levando-os a assinarem serviços pagos.

Foram banidos outros jogos como Bathroom Goddess e Naughty Housemaid, acusados de “atividades hooligan online”, como roubo de informação, spam e downloads forçados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.