Os utilitários marcam o conjunto das melhores propostas de aplicações desta semana. Mas também há novidades para o lado das redes-sociais e dos jogos.

Com a Zoetic pode juntar fotos antigas e fazer vídeos tipo timelapse

Estamos na altura do ano, por excelência, de juntar a família e "sacar" do álbum de fotos para recordar os momentos felizes. Com esta app pode mostrá-los de forma diferente.

A Zoetic é uma aplicação que permite criar uma espécie de vídeo tipo timelapse a partir de fotos, mostrando, por exemplo, o crescimento ou o envelhecimento de alguém, as diferenças nas várias fases do processo de  construção de uma casa ou mesmo na evolução de determinado local uma cidade.

Para criar um vídeo tem de ir marcando pontos em comum  - duas "cruzes" vermelhas - em todas as fotos que quiser juntar. Estes dois pontos vão depois servir para "alinhar" as imagens e criar a sequência.

O criador da aplicação diz que o objetivo é que esta seja muito fácil de usar. E garante que bastam apenas duas fotos, uma "antes" outra "depois" para que seja possível criar um vídeo com a transição entre os dois momentos.

Logo que abre a app, depois de descarregada, um pequeno tutorial fornece-lhe as bases essenciais para começar. Tem tambem acesso a outros vídeos com explicações mais pormenorizadas

A Zoetic tem uma versão gratuita e está disponível para dispositivos Android 4.3 ou superior.

Pigment é um livro digital de colorir para adultos

É referido que pintar imagens reduz o stress e a ansiedade. A aplicação pretende substituir as canetas e o papel na atividade.

Os especialistas afirmam que bastam cinco ou dez minutos a pintar imagens para reduzir efeitos de stress e ansiedade nas pessoas. A atividade é comparada à meditação para ajudar a esvaziar a mente e aumentar a concentração. É nesse contexto que surge a aplicação Pigment, um livro digital para colorir.

A aplicação oferece diferentes formas de interação, seja a escolha e aplicação da cor no espaço assinalado, ou colorir com os mesmos movimentos que faria com um papel e canetas. A palete oferece 21 tipos de pinceis, marcadores e canetas. E uma oferta com mais de 4.000 imagens temáticas, entre animais, flores, paisagens, mandalas, entre outras mais, que depois de coloridas podem ser partilhadas com familiares e amigos.

A aplicação oferece um número ilimitado de cores, recorrendo a paletes curadas por profissionais, e apresenta um sistema de controlo de sombras.

Pode fazer o download da aplicação na versão Android ou iOS.

Instagram cria novas ferramentas para as transmissões em direto

Agora é possível partilhar fotos e vídeos com os espectadores, e responder às questões dos autocolantes em direto.

Já faz algum tempo desde que o Instagram lançou um autocolante para perguntas. Este elemento pode ser colado nas stories daquela rede social, para que os seus seguidores lhe enderecem questões, mas a funcionalidade tem um problema que inviabiliza um nível superior de interação entre ambas as partes: não é possível responder a estas perguntas em direto. Ou melhor, não era.

O Instagram anunciou esta semana que estes autocolantes podem agora ser consultados durante uma transmissão em direto na app, o que permite sessões de perguntas e respostas em tempo real. Adicionalmente, passa ainda a ser possível partilhar fotos e vídeos durante a transmissão, o que deverá dar um novo tipo de contexto visual aos lives.

tek instagram

Outra novidade diz respeito ao tipo de resposta que se pode dar a estas questões, uma vez que é agora possível sugerir músicas através das mesmas. Por isso, se pedir sugestões de faixas para ouvir, pode agora esperar as próprias músicas como resposta.

Quase todas as funcionalidades estão igualmente disponíveis para Android e iOS, mas de acordo com o Instagram só os utilizadores de iPhone é que poderão, por enquanto, partilhar vídeos e fotos em livestreaming.

Grave as suas anotações e marque no calendário com a app Notas de Falar

Ainda não encontrámos a aplicação perfeita para transcrever a gravação de voz para texto, mas a Notas de Falar funciona bem para pequenas anotações.

Quantas vezes aconteceu ter uma ideia, ou lembrar-se de uma coisa para fazer, e não poder escrever? Seja quando está a conduzir, com as mãos ocupadas noutra tarefa ou simplesmente porque a falar é a forma mais rápida de fazer uma anotação (ou memorando), há várias aplicações que pretendem ajudar a colocar por escrito o que diz, mas normalmente o funcionamento não é muito prático.

A Notas de Falar é uma app que, não sendo perfeita, faz bem aquilo a que se propõe: sempre que quiser fazer uma anotação para ser lembrado mais tarde pode usar a app para registar por voz que a transcrição é feita e colocada no calendário. E entende relativamente bem o português, mesmo em ambientes de maior ruído.

Há várias funcionalidades adicionais, como a possibilidade de partilhar um bloco de notas com alguém, definir lembretes e criar um bloco de notas mensal por exemplo, mas lembre-se que aqui a lógica é fazer pequenos apontamentos e não grandes discursos.

A app está disponível para Android e o download é gratuito, mas prepara-se porque tem mesmo muita publicidade pelo meio...

“Parla” espanhol ou inglês? Se não fala, esta aplicação ensina

Como o nome indicia, Parla (a palavra italiana para “fala”) é uma aplicação para aprender línguas, neste caso com recurso a aulas em texto e áudio, mas o destaque são os minijogos.

Neste momento suporta apenas inglês e espanhol – mas a intenção parece ser a de alargar o leque de línguas disponíveis.

Tal como acontece noutras apps do género, a Parla tem exercícios progressivos, fazendo aumentar a dificuldade à medida que o utilizador aprende. Para ensinar, usa texto e áudio, mas o destaque vai para a gamificação, com a aposta em pequenos jogos.

A interface da aplicação é intuitiva, com um design muito agradável de navegar. Os seus criadores garantem que é “muito eficaz” e que “29 horas de Parla X são equivalentes a um semestre de estudos superiores”.

A Parla é gratuita com compras integradas e está disponível para dispositivos Android e iOS.

Carcassonne: Estratégia medieval na palma da mão

O famoso jogo de tabuleiro ganhou nova vida nos videojogos e a versão portátil garante cenários mais bonitos, mas a mesma profundidade estratégica de sempre.

O jogo de tabuleiro Carcassonne foi lançado originalmente na Alemanha em 2000, inspirado numa temática medieval de conquista de cidades fortificadas e castelos. Ao longo dos anos foram feitas adaptações a videojogos, nas diferentes plataformas. A versão mobile destaca-se por poder jogar em qualquer lugar, tendo sido remodelado para um grafismo 3D, para maior imersão nos cenários coloridos medievais.

O objetivo é conquistar terrenos e deverá construir cidades em locais estratégicos pelo mapa, ligadas por estradas, de forma a expandir a população e desenvolver exércitos, trabalhadores, agricultores e outras unidades especiais para expandir o seu império. Para tal terá de colocar peças no tabuleiro para ir formando o cenário.

Poderá fazer o download da versão Android por 1,99 euros.

Aproveitando o sucesso nos smartphones, a produtora Asmodee Digital disponibilizou agora o jogo na Nintendo Switch (e anteriormente no PC Steam), que mantém as características de portabilidade do original, ou caso opte, de jogar na televisão até seis jogadores. Esta versão inclui também as duas expansões lançadas: The River e The Abbot, que introduz novas regras ao jogo de estratégia.

Durante quanto tempo vai viver uma vida saudável? Há uma app que faz o cálculo

A Gero Healthspan foi desenvolvida por cientistas e utiliza informação recolhida com o smartphone para lhe dizer qual o seu tempo de vida (saudável) expectável. E pode ajudar a mudar hábitos.

A ideia é aproveitar os dados que são colecionados pela aplicação Apple Health, com os dados de deslocações e mesmo informação biométrica, para calcular a expectativa de vida saudável e fazer uma comparação com a de outras pessoas.

Para já a app só está disponível para iOS e não integra vários elementos que podem ser relevantes, como o tipo de alimentação, por exemplo, mas já dá uma ajuda para perceber a forma como o seu estilo de vida pode influenciar a longevidade.

Com a Gero Healthspan pode ainda ver como a expectativa de vida pode aumentar com algumas mudanças de comportamento e colocar uma meta em ganhar anos extra através de escolhas mais saudáveis. E pode começar já por reduzir as calorias no Natal...

Vai poder oferecer conteúdos dentro das apps a outros utilizadores de iOS

Os tempos mudam no que diz respeito a prendas de natal. Agora já é possível oferecer uma camisola virtual do Fortnite.

Adquirir aplicações e jogos na App Store para oferecer a terceiros sempre foi possível. O que não se podia fazer era comprar micro-transações dessas mesmas aplicações para oferta. Provavelmente nunca fez sentido, mas com o estrondoso sucesso de certos títulos, como Fortnite ou Playeruknown’s Battleground talvez se justifique.

É que dentro dos próprios jogos existe todo um mercado de itens virtuais que são cobiçados pelos fãs, e para os obter é necessário comprá-los com dinheiro real, a principal fonte de receita para as produtoras de jogos “free to play”. O sucesso de Fortnite tem aberto novas possibilidades de negócio e a Apple decidiu agora alterar as regras da App Store de forma a permitir a compra de itens dentro do jogo (ou de outras aplicações) para oferecer a terceiros, segundo o The Verge.

As receitas das microtransações são enormes, lembrando que Fortnite é o jogo mais lucrativo da história da App Store, tendo faturado só na sua versão iOS qualquer coisa como 300 milhões de dólares em apenas 200 dias, batendo Clash Royale, que no mesmo período havia amealhado “apenas” 228 milhões.

A app é gratuita e pode ser descarregada na App Store da Apple.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.